assessoria de
  comunicação

24/8/2015
 Docente ganha prêmio Guerreiro Ramos de Gestão Pública
por Emanuela Lisboa


Com o artigo intitulado “Contribuições de Guerreiro Ramos para a Administração do Desenvolvimento: conceitos e implicações”, o professor Elinaldo Leal Santos, do Departamento de Ciências Sociais Aplicadas (DCSA) da Uesb, foi vencedor do prêmio "Guerreiro Ramos" de Gestão Pública 2015, na categoria “Pesquisador Guerreiro Ramos”, promovido pelo Conselho Federal de Administração. O trabalho premiado é fruto da sua tese de doutorado, realizada na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, de Portugual, em co-tutela com a Escola de Administração da Universidade Federal da Bahia.

De acordo com o professor Leal, sua tese busca destacar a importância de um campo de conhecimento na Administração para estudar as relações sociais de produção, distribuição e consumo na sociedade contemporânea. “Essa preocupação tem origem no pensamento de Guerreiro Ramos, que, já na década de 1960, sinalizava para essa possibilidade. Do ponto de vista prático, o estudo ajuda a compreender as relações sociais de gestão do desenvolvimento do sistema-mundo, regional e local”, explicou.

Para o docente, a premiação dos trabalhos dos pesquisadores contribui para a formulação de uma Teoria Brasileira de Administração, a partir da conexão dos estudos iniciados por Guerreiro Ramos, e seus reflexos, com a realidade brasileira. “A indicação do prêmio para o nosso trabalho consiste no reconhecimento do nosso objeto de investigação. O prêmio dá notoriedade ao trabalho realizado na Rede de Pesquisa em Administração Política, especificamente a produção científica do Grupo de Estudo e Pesquisa de Administração Política da Uesb, coordenado por mim e pelo professor Weslei Piau”, ressaltou Leal.

Sobre o que o motivou a inscrever o artigo, ele disse que foi com o objetivo de divulgar a contribuição intelectual de Ramos. “Baiano, sociólogo, filósofo, político, de ancestralidade africana, que, como muitos outros pensadores brasileiros, são minimizados ou esquecidos pela comunidade científica brasileira. Guerreiro Ramos nos ajuda a compreender que é possível outra administração para além da ordem hegemônica. É isso que me motivou e me conduz”, comentou.

O prêmio será entregue na comemoração dos 50 anos do reconhecimento da profissão do administrador no Brasil, que será realizada em Brasília.



Assessoria de Comunicação
indique essa matéria para um amigo
Versão para impressão