assessoria de
  comunicação

27/3/2017
 Odeere realizou 13º Encontro de Combate à Discriminação Étnica
por Wellington Nery


A Uesb, campus de Jequié, foi palco do 13º Encontro de Combate à Discriminação Étnica, com o tema Etnicidades: apropriações e /ou expropriações em diferentes contextos, realizado pelo Órgão de Educação e Relações Étnicas com Ênfase em Culturas Afro-Brasileiras (Odeere), no período compreendido entre os dias 16 e 19 de março.

Para o professor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Washington Santos Nascimento, que compõe o Programa de Pós-Graduação em Relações Étnicas e Contemporaneidade (PPGrec), o Encontro foi muito relevante.Eu acho que a cada ano que passa o evento se consolida, se sedimenta e a tarefa nossa agora é tentar formatar isso através de publicações, através de exposições e levar para um público maior. O que nós fizemos aqui foi um momento de estudo, de pensar um pouco sobre o que iremos propor para a sociedade depois que sairmos desse evento”, avalia. 

Já para a professora Ana Angélica Leal Barbosa, também do programa de mestrado do Odeere, chegar a essa décima terceira edição do Encontro, com essa temática, foi um marco. “A importância já está dita até pelo título. Nós estamos vivendo um momento bem crítico de discutir as desigualdades de lutas coletivas e essa questão da discriminação étnica, racial, é muito importante de está sendo trazida para academia e sendo estudada na prática”, pontua. 

Outra a ressaltar a importância do Encontro e do PPGrec foi a professora Fátima de Gregório. “Na verdade, esse programa em Relações Étnicas e Contemporaneidade é inédito no Brasil. O interessante é que esse Programa tem fomentado pesquisas, muitas publicações, registros da memória de grupos aqui da região, cidades circunvizinhas. Acredito ser, realmente, uma grande contribuição não só no campo acadêmico, mas também na história de um povo”, destacou Gregório.



Assessoria de Comunicação
indique essa matéria para um amigo
Versão para impressão