assessoria de
  comunicação

19/4/2017
 HealthRise: instituto avaliador do programa conhece o Ceuas
por Queila Chaves


Financiado por meio do Medtronic Foundation, o HealthRise é um programa global que busca contribuir para uma redução de 25% na mortalidade prematura associada à doenças cardiovasculares (DCV) e ao diabetes em regiões-alvo, a exemplo do Brasil. O Instituto Sírio Libanês de Ensino e Pesquisa (IEP) é responsável por gerenciar e o Instituto de Métricas e Avaliações de Saúde (IHME) da Universidade de Washington conduz o monitoramento e a avaliação do programa com suporte de parceiros locais, entre eles a Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb).

Na tarde desta quarta-feira, 19, a gerente de projetos, Shelley Wilson, e a consultora, Luísa Flor, do IHME, estiveram em Vitória da Conquista para conhecer a rede pública de saúde. Entre os equipamentos, elas visitaram o Centro Universitário de Atenção à Saúde (Ceuas) - um serviço ambulatorial especializado multidisciplinar da Uesb – que implantará o Centro de Diagnóstico Cardiovascular. O equipamento faz parte de uma série de ações que serão desenvolvidas pelo programa até agosto de 2018.

A pró-reitora de Extensão e Assuntos Comunitários (Proex), Maria Madalena dos Anjos, juntamente à vice-coordenadora do colegiado de Medicina, professora Márcia Nascimento, a coordenadora do Ceuas, Paty Luz, e a gerente de Extensão e Assuntos Culturais, Allisianne Krystina, recepcionaram a comitiva composta ainda pelos professores da Universidade Federal da Bahia (Ufba/campus Anísio Teixeira), Márcio Galvão e Danielle Medeiros, que estão à frente do programa na cidade.

“As representantes do IHME vieram conhecer nossa estrutura, pois é no Ceuas que vamos montar a unidade de Cardiologia com vários equipamentos, auxiliando o rastreamento de doenças cardiovasculares, diabetes e hipertensão”, afirmou a pró-reitora de Extensão. Estima-se que neste serviço de cardiologia mais de mil exames serão realizados mensalmente, por meio da parceria com a Secretaria Municipal de Saúde.

Profª Madalena, profº Márcio, Luísa Flor, Sheley Wilson, profª Danielle, e Paty Luz A gerente Sheley Wilson avaliou a vista ao município, elogiando a estrutura do Ceuas: “É muito bom está pessoalmente tendo contato e vendo as localidades que temos escutado por meio de documentação e em contato com o IEP e a UFBA. Foi bom chegar num lugar tão amplo e que parece tão organizado e nos sentimos honrados por saber que as pessoas estão fazendo todos os esforços possíveis para adaptar o local para as nossas atividades. É muito bom perceber esse cenário bem colaborativo entre os participantes”.

Para a execução do projeto, o HealthRise conta também com o Serviço Social da Indústria da Bahia (Sesi-Ba), o Núcleo Regional de Saúde Sudoeste e com a Associação de Diabéticos, envolvendo profissionais e estudantes da área da saúde.



Assessoria de Comunicação
indique essa matéria para um amigo
Versão para impressão