assessoria de
  comunicação

5/5/2017
 Uso de medicamentos é discutido em Jequié
por Carlos Santos


Vários tópicos da atualidade farmacêutica ligados ao uso reacional de medicamentos como automedicação, dependência química, controle de medicamentos e toxidades, entre outros foram abordados nessa sexta, 5, por meio do projeto Farmácia em Movimento, na Uesb, campus de Jequié. O evento foi aberto pelo professor do curso de Farmácia, Daniel de Melo Silva.

Com o objetivo de tratar da importância do uso responsável do uso de medicamentos, durante o evento, aconteceram duas palestras sobre “Educação em saúde para a promoção do uso racional de medicamentos” e “Saúde baseada em evidência como ferramenta para o uso racional de medicamentos”. A atividade contou com a participação de docentes e discentes da graduação em Farmácia e pessoas da comunidade externa da Universidade.

“Esse evento é uma ação da rede Farmácia em Movimento, que reúne professores, pesquisadores, alunos e pessoas interessadas em discussões científicas, tecnológicas e de inovação e serviços. Nós, do curso de farmácia da Uesb, resolvemos parar e falar justamente neste dia que se discute o uso racional de medicamentos em rede nacional”, afirmou o professo Daniel de Melo Silva.

Já o professor Charleston Pinto, outro palestrante, abriu sua palestra com um conceito bem claro sobre o tema do evento. “Entende-se que há uso racional de medicamentos quando o paciente recebe medicamentos apropriados para suas condições clínicas em doses adequadas às suas necessidades individuais, por um período adequado e ao menos custo para si e para a comunidade”, definiu Pinto.

A discente do sétimo semestre do curso de Farmácia, Delis Alves Gomes, disse que o tema das discussões são importantes. “A gente precisa sair da Universidade tendo essas orientações. Vamos ter pacientes e acompanhá-los. A responsabilidade é muito grande. Temos sim que promover a utilização racional dos medicamentos, pois eles não são tão simples quando parece”, comentou a futura farmacêutica.Para a estudante, o Farmácia em Movimento é um momento justamente de alertar sobre o controle dos medicamentos, as prescrições médicas, automedicação, propagando inadequada de vendas de medicamentos, e a postura do profissional de farmácia tanto na academia quanto nas farmácias ou em laboratórios farmacêuticos.

O Farmácia em Movimento é desenvolvido pela Faculdade de Farmácia da Universidade Federal da Bahia e aconteceu paralelamente em Salvador, Jequié, Itapetinga e Vitória da Conquista, promovendo discussões nesse Dia Nacional do Uso Racional de Medicamentos.



Assessoria de Comunicação
indique essa matéria para um amigo
Versão para impressão