assessoria de
  comunicação

11/5/2017
 UESB participa de audiência pública sobre mobilidade em Jequié
por Wellington Nery


A Câmara Municipal de Jequié, em parceria com  o Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Comdef), promoveu nessa quarta-feira, 10, uma Audiência Pública que abordou o tema Mobilidade Urbana e Acessibilidade em Jequié. A Uesb participou do evento com a representação da conselheira titular do Comdef, professora do Departamento de Ciências Humanas e Letras (DCHL) e coordenadora do Núcleo de Ações Inclusivas para Pessoas com Deficiência (Naipid) da Universidade, Marina Helena Chaves Silva, e da conselheira suplente e colaboradora do Naipid, Tamires Oliveira.

Na oportunidade, a engenheira civil e analista do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Bahia (Crea), Maria da Conceição Azevedo, proferiu a palestra “Acessibilidade: construa acessos, derrube barreiras”. Já o presidente do Comdef, Marcelo Ferreira, fez um relato das dificuldades enfrentadas pelas pessoas com deficiência no município face ao descumprimento da legislação pertinente aos seus direitos. Ferreira falou ainda sobre a importância da participação da Uesb no evento. “A participação da universidade na audiência pública é para reforçar o quanto é fundamental a participação da sociedade em si. Além disso, a Uesb vem trabalhando nesse tema da inclusão e incluindo as pessoas com deficiência em seus cursos”, afirmou.

Para a promotora de Justiça, Juliana Sampaio, a Instituição tem papel fundamental nessa temática. “A riqueza de uma universidade não pode ser desprezada quando pensamos em mudança de cultura e em questões técnicas da acessibilidade. É muito importante contar com a Uesb nessa luta”, afiançou. O prefeito de Jequié, Luiz Sérgio Suzarte Almeida, também reconheceu na Uesb uma parceira relevante na luta por acessibilidade, inclusão e mobilidade urbana. “A Uesb é um grande exemplo dessa questão da inclusão, da acessibilidade. É fantástico saber que a Universidade está cumprindo seu papel que muitas outras universidades não fazem”, destacou o gestor público.

A professora Marina Helena Chaves Silva falou sobre o quanto é importante a participação da Uesb nas questões relativas à temática abordada na Audiência Pública. “A universidade tem essencialmente este papel de estar atenta às questões sociais. Até por ter responsabilidade social, a universidade não pode se colocar a parte”, afirmou. A professora também comentou que questões como essa devem ter o envolvimento de toda sociedade. “Nós somos cidadãos plenos e por esse motivo é fundamental não só a participação da Universidade, do Naipid, mas de toda a sociedade no que tange o direito da pessoa com deficiência”, conclui Silva.



Assessoria de Comunicação
indique essa matéria para um amigo
Versão para impressão