assessoria de
  comunicação

22/5/2017
 Emergências Clínicas são discutidas em Jequié
por Carlos Santos


A 1ª Jornada de Emergências Clínicas, promovida pela segunda turma de Medicina da Uesb, campus de Jequié, teve público expressivo e trouxe vários trabalhos de pesquisa de discentes da Uesb e palestrantes renomados para debater o atual panorama dos departamentos de emergências e atendimentos nas unidades de saúde. Um dos objetivos da Jornada foi atualizar os participantes acerca dos novos protocolos de atendimentos.

O evento foi aberto pela palestra “Classificação de Risco: Aplicabilidades e Limitações”, proferida pela enfermeira Chrisne Biondo, que iniciou diferenciando conceitos de emergência e urgência. “Podemos perceber que a urgência é uma ocorrência de imprevisto ao agravo à saúde com risco potencial à vida, cujo portador necessita da assistência médica. A emergência, por outro lado, é a posição de agravo à saúde que implica em sofrimento intenso com risco de morte, em que precisamos urgentemente de atendimento. Quando falamos em fatores de riscos, às vezes, o Ministério da Saúde utiliza o termo “Urgência”, para englobar tanto a urgência quanto a emergência”, explicou a palestrante.

 A 1ª Jornada discutiu tópicos de emergências cardiológicas, respiratórias, neurológicas, nefrológicas e terapia intensiva nas unidades hospitalares em geral.  Paralelo às palestras e cursos práticos ministrados pelo professor da Universidade de São Paulo (USP), Herlon Martins, o público pode conhecer resumos da produção científica dos discentes da área de saúde da Uesb. Vários banners foram expostos no Centro de Cultura Antônio Carlos Magalhães, em Jequié, onde foi realizado o evento, e os bolsistas/pesquisadores iniciantes de Odontologia, Enfermagem e Medicina explicavam como desenvolveram as pesquisas.

A discente de Enfermagem, Laísa Oliveira Araújo, apresentou o resumo da pesquisa “Perfil de Indivíduos em Pronto Socorro por Intoxicação  Acidental”, e disse que na jornada, além de poder mostrar o resultado parcial da pesquisa, pode atualizar seus conhecimentos na área de emergências clínicas do tipo AVC e traumas. “Esta jornada está sendo muito enriquecedora para mim, pois tive a oportunidade de compartilhar conhecimentos”, afirmou.

“Achei muito interessante, porque está abordando temas que são muito comuns, não só na unidade hospitalar, mas, na pós-hospitalar. Além disso, com a exposição de trabalhos, vemos vários eixos”, elogiou Girlane Santos, discente do 6º semestre de Enfermagem. A aluna apresentou a pesquisa “Cuidados, Prevenção, Hipertensão Intracraniano”. 



Assessoria de Comunicação
indique essa matéria para um amigo
Versão para impressão