assessoria de
  comunicação

24/5/2017
 Seminário discutiu violência e abuso sexual
por Caleb Lima


Na manhã desta quarta-feira, 24, foi realizado o “Seminário enfrentamento à violência e ao abuso sexual entre crianças e adolescentes”, no Centro Integrado dos Direitos da Criança e Adolescente de Vitória da Conquista. O evento foi promovido pela turma do sétimo semestre do curso de Direito, em parceria com o Núcleo de Defesa da Criança e do Adolescente (NDCA).

O seminário teve como objetivo tratar da temática sobre a violência contra crianças e adolescentes, especialmente no mês em que se tem uma data nacional de enfrentamento ao abuso e violência sexual, apresentando à rede de atendimento municipal dos direitos da criança e do adolescente, os resultados e o material das pesquisas realizadas pelos alunos.

O professor e coordenador do Núcleo, Carlos Alberto Públio, conta que a proposta de fazer o seminário foi sua, partindo da necessidade do aluno aliar a teoria à prática. “Muitas vezes nós construímos bons seminários que ficam dentro das salas de aula. Um conhecimento bem elaborado, bem construído e que poderia dar um resultado melhor fora delas, como percebemos agora com o auditório lotado e com a reação das pessoas. Ao mesmo tempo, a gratidão dos alunos por estar prestando um serviço de qualidade, se interessando pela temática, que muitas vezes dentro da academia não é tão pautada, os aproximando do dia a dia, principalmente das famílias mais vulneráveis, torna-se importante na formação desses futuros operários do direito”, afirma Públio.

A programação contou com a apresentação de várias pesquisas realizadas pelos alunos da disciplina Direito da Criança e do Adolescente. Com o trabalho “Exploração do Trabalho Infantil em Vitória do Conquista”, o estudante Álvaro Dias faz um levantamento da situação na cidade. “Fizemos uma pesquisa de campo com professores, promotores, juízes, conselheiros tutelares que vivenciam isso no dia a dia, e pudemos confirmar a nossa tese de que, de 10 casos, por exemplo, que existem de trabalho infantil, apenas dois são denunciados. Por isso, é importante que a própria sociedade, que é contra esse tipo de trabalho, não se omita em revelar que existe sim trabalho infantil”, disse Dias.

Grande parceiro do evento, o NDCA vem atuando junto à comunidade, em Vitória da Conquista, desde 2004, desenvolvendo um papel essencial de apoio à justiça e aos órgãos de proteção da rede de garantias de direitos da criança e do adolescente, como destaca a gerente Arlene Dantas Guimarães: “O Núcleo hoje conta com o apoio especializado no âmbito psicossocial e jurídico. O referencial definido é o atendimento em equipe multidisciplinar com foco numa violência psicológica. O enfrentamento a essa violência foi uma das atividades de extensão promovidas durante a semana de enfrentamento, e nesse sentido, nós contamos com a realização do seminário por parte dos alunos do sétimo semestre com o apoio efetivo do Núcleo”, finaliza Guimarães.



Assessoria de Comunicação
indique essa matéria para um amigo
Versão para impressão