assessoria de
  comunicação

19/7/2017
 Ouvidora da UESB visita Jequié e Itapetinga
por Ascom


Os campi de Jequié e de Itapetinga recebem nesta semana a visita da Ouvidoria da Uesb. Em Jequié, as informações foram passadas pela ouvidora, Liliana Souza Azevedo, na terça, 18, no Pátio do Pavilhão Administrativo Professor Milton Rabelo; e, em Itapetinga, a visita acontece nesta quarta, 19, em um espaço próximo ao caixa eletrônico. O objetivo é divulgar o setor junto à comunidade acadêmica.

A Ouvidoria é um canal disponibilizado para ouvir os cidadãos, receber, encaminhar e acompanhar sugestões, reclamações, denúncias e elogios, de maneira humanizada e eficiente. Por meio dos canais de acesso à Ouvidoria, as comunidades acadêmica e externa podem expressar seus anseios e críticas. As informações são encaminhadas aos setores competentes para retornarem ao cidadão a resposta a sua solicitação.

O setor funciona no campus de Vitória da Conquista, das 8 às 12 e das 13 às 17 horas, e está integrado à Ouvidoria Geral do Estado (OGE) e à Ouvidoria da Secretaria de Educação. Toda solicitação que chega à Uesb passa também por essas ouvidorias do Estado, que acompanham os processos junto à Universidade. Ao ser realizado um registro na página da Ouvidoria, o sistema gera uma senha para acompanhamento.

Segundo Liliana Souza Azevedo, essa presença física da Ouvidoria nos campi é importante. “É mostrar, na realidade, que a Ouvidoria é ativa na Instituição. Não estamos tão conhecidos, as pessoas nos procuram muito pouco. Nosso interesse é divulgar mais a Ouvidoria, o trabalho e a importância dela para a gestão da Instituição, não só na área administrativa, mas, também, na acadêmica”, conclui a ouvidora.

A iniciativa no campus de Jequié foi aprovada pela comunidade acadêmica. É a opinião de Eliana Souza Ferreira, acadêmica do sexto semestre do curso de Enfermagem: “Eu acho bem interessante para a gente estar a par do que está acontecendo, para estar sempre se atualizando sobre a Universidade”, diz Ferreira. Vinícius Mascarenhas dos Santos, estudante do quinto semestre do curso de Licenciatura em Ciências Biológicas concorda. “A Ouvidoria é importante para que estudantes possam fazer tanto denúncias, quanto elogios e, com isso, ter as respostas necessárias para que seus pedidos sejam atendidos”, entende Santos.

Para o professor Cláudio Lúcio Fernandes Amaral, do Departamento de Ciências Biológicas (DCB), a presença da Ouvidoria traz transparência. “Sob meu ponto de vista, é muito importante a presença da Ouvidoria pelo fato de dar transparência às ações da Universidade e possibilitar que as pessoas, se tiverem reclamações, críticas, sugestões, possam fazê-las”, destaca Amaral. O diretor do Departamento de Ciências e Tecnologia (DCT), professor Nemésio Matos de Oliveira Neto também aprova a ação da Ouvidoria. “É uma iniciativa importante. A Ouvidoria da Uesb é um canal institucional, no qual desempenha, em contato com a Ouvidoria do Estado, um papel importante, fundamental, nas atividades desenvolvidas pelos servidores do Estado e da Universidade”, afirma o diretor.

Marta Lorena Brito Lima, subgerente de curso da Secretária de Cursos, no campus de Itapetinga, destacou a importância da ação da Ouvidoria: “Momentos como esse esclarece algumas dúvidas que os alunos possam, eventualmente, ter e, às vezes, pode se sentir intimidados em fazer alguma denúncia. A Ouvidoria vindo até aqui pode esclarecer quais são os tipos de questões que podem denunciar”, ressalta. Para Yuri Curcio Fauaze, aluno do oitavo semestre de Zootecnia, a “Ouvidoria é muito importante para capturar informações e sugestões, para a melhoria da infraestrutura da Universidade”.

Qualquer pessoa pode entrar em contato com a Ouvidoria, inclusive, pode realizar uma possível denúncia sem precisar se identificar. Os registros podem ser feitos pelo site http://www.ouvidoria.ba.gov.br/ e por meio dos telefones: (77) 3425-9311 ou 0800 284 0011.



Assessoria de Comunicação
indique essa matéria para um amigo
Versão para impressão