assessoria de
  comunicação

28/7/2017
 "Cinema de Fronteira: a farsa do documentário"
por Janela Indiscreta


O Cinema na Uesb apresenta mais uma Mostra temática: “Cinema de Fronteira: a farsa do documentário”. A fronteira entre documentário e ficção se torna cada vez mais próxima, com narrativas híbridas e interseções entre as estéticas. Algumas obras, como os falsos documentários ou mockumentaries, utilizam dos recursos estilísticos do documentário para construir ficções, aproximando essas categorias. Seguindo esta perspectiva, foram selecionados, para essa Mostra, quatro curtas-metragens e quatro longas-metragens.

Na primeira sessão, nesta terça-feira, 1º de agosto, será exibido o curta “Recife Frio” (2009), de Kleber Mendonça, e o filme “F for Fake” (1973), de Orson Welles. O comentário dos filmes fica por conta de Amanda Ávila e Danilo Lobo, mestranda e mestre do Programa de Memória: Linguagem e Sociedade, da Uesb, respectivamente.

A Mostra é realizada pelo Programa Janela Indiscreta Cine-Vídeo, em parceria com o curso de Cinema e Audiovisual da Uesb. As sessões acontecerão todas às terças-feiras, nos dias 1, 8, 22 e 29 de agosto, às 19 horas, na Sala de Projeção Jorge Melquisedeque, localizada no Módulo da TV e Rádio Uesb. A entrada é franca e aberta ao público. A programação completa pode ser conferida no cartaz.

Sinopses

Recife Frio: A cidade brasileira de Recife, que já foi tropical, agora é fria, chuvosa e triste, depois de passar por uma desconhecida mudança climática.

F for Fake: Abordando as verdades e mentiras de diversos tipos de arte, nesse documentário livre, Orson Welles aborda Elmyr de Hory, um perito em falsificar pinturas famosas e Clifford Irving, escritor da fraudulenta biografia de Howard Hughes, considerada uma das maiores falsificações da década de 70.

As sinopses de todos os filmes que serão exibidos nas próximas sessões podem ser conferidas aqui



Assessoria de Comunicação
indique essa matéria para um amigo
Versão para impressão