assessoria de
  comunicação

19/10/2017
 Comeša a Semana de Engenharia de Alimentos em Itapetinga
por Valcelene Amorim


Com uma plateia diversificada, formada por alunos da graduação e pós-graduação em Engenharia de Alimentos, assim como profissionais, professores e pesquisadores que trabalham nas áreas da ciência e tecnologia de alimentos, teve início, na manhã dessa quarta-feira, 18, a 3ª edição da Semana de Engenharia de Alimentos (Sealim), no campus de Itapetinga.

“A Semana de Alimentos vem nesse ano com uma proposta um pouquinho diferente. Nós estamos trabalhando mais a ligação da ciência, produção e cidadania e tentamos trazer todas essas temáticas em nossas palestras e minicursos”, explicou Juarez da Silva Sousa Junior, estudante do 7º de Engenharia de Alimentos e um dos coordenadores do Sealim.

Outro objetivo do evento é oportunizar aos participantes uma troca de experiências a partir do encontro de profissionais e estudantes, além de proporcionar a discussão de temas como a produção científica brasileira e a participação da sociedade brasileira.  “Como estudante de graduação, nós ficamos muito limitados ao conhecimento de sala de aula e achamos que as questões políticas, econômicas e sociais não têm nada a ver com esse conteúdo. Então, a oportunidade que a gente tem de discutir esses temas são em espaços de congressos, simpósios, e em encontros acadêmicos que são fornecidos, como esse aqui”, destacou Sousa.

As atividades do evento foram iniciadas com a palestra da presidente da Sociedade Brasileira de Ciência e Tecnologia de Alimentos, Suzana Caetano da Silva Lannes, que falou sobre os “Rumos da ciência, produção e cidadania em um país sem investimento”. De acordo com Lannes, é fundamental para a formação dos estudantes que eles participem de debates como esse. “É muito importante, porque eles já vão criando uma consciência do país em que eles vivem e até mesmo do próprio curso, para conseguirem dar um rumo na carreira e ver com o que eles podem contribuir positivamente lá na frente. Nós estamos formando cabeças, profissionais para o futuro. É importante que o aluno já vá se conscientizando e formando a ideia dele sobre o assunto também”.

Além das palestras proferidas por docentes da Uesb, o evento contou com a participação de docentes da Universidade Federal Fluminense (UFF), Universidade Federal de Lavras, Instituto Federal do Norte de Minas Gerais, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano (IF Baiano) de Uruçuca e com representantes da Auditoria Cidadã da Dívida Pública, Produtos Gold Indústrias e Comércio de Alimentos, Prime Engenharia e Consultoria e da Nestlé.

As atividades do Sealim terão sequência até este sábado, 21, com mesas redondas, palestras técnicas, oficinas e minicursos, e será finalizado com o 1º Encontro de ex-alunos de Engenharia de Alimentos da Uesb.



Assessoria de Comunicação
indique essa matéria para um amigo
Versão para impressão