assessoria de
  comunicação

26/10/2017
 Exibição do documentário do NAI sobre Síndrome de Down
por Juliana Silva


Nessa quarta-feira, 25, foi exibido na sala de projeção Jorge Melquisedeque, no campus de Vitória da Conquista, o documentário intitulado "Uma abordagem multidisciplinar da Síndrome de Down". O filme, produzido pela equipe do Núcleo de Apoio à Inclusão (NAI), foi estruturado a partir de um seminário realizado na cidade em 2016, pela Clínica Mundo Ímpar, que abordou a temática de forma mais ampla.

O documentário conta com depoimentos de especialistas de diferentes áreas, que abordam Síndrome de Down a partir de olhares diversos. Além de profissionais de Vitória da Conquista, o filme apresenta entrevista com o médico Zan Mustacchi, um dos maiores nomes na área de Síndrome de Down do mundo, que esteve no município durante a realização do evento.

Após a exibição do documentário, houve uma roda de conversa com os organizadores do filme sobre o processo de produção do material e a sua importância para a sociedade. “Organizamos o roteiro de forma que pudéssemos discutir a Síndrome nos aspectos familiar, clínico e terapêutico e também no campo da educação”, explicou a professora Selma Norberto Matos, coordenadora do NAI e uma das responsáveis pelo documentário.

Para Taneá Freire, administradora da Clínica Mundo Ímpar, a proposta do documentário, por meio do NAI, foi bastante positiva. “O filme veio para coroar aquilo que nós buscávamos, que era dar uma divulgação maior à Síndrome, de forma que as pessoas pudessem  ter acesso as informações não só no momento do evento, mas também posteriormente. Esperamos que com esse registro, as pessoas possam usá-lo como meio de instrução em relação à condição Down”, comentou Freire.

Ainda de acordo com a professora Selma Norberto Matos, o documentário pode contribuir bastante com as discussões que têm sido cada vez mais necessárias, principalmente, no interior das instituições de ensino, sobre o processo de inclusão escolar das pessoas com deficiência intelectual, em particular, aquelas que têm Síndrome de Down. “O filme trata da Síndrome a partir de uma perspectiva multidisciplinar. Reunimos especialistas de várias áreas cujos depoimentos vão ajudar os familiares e os educadores a observarem essa síndrome por meio de múltiplos olhares, enriquecendo a sua formação”, esclareceu a docente.

A partir de agora, conforme José Carlos Duarte, docente do curso de Jornalismo que dirigiu o filme, a ideia é fazer com que o vídeo circule entre instituições que trabalham diretamente com a Síndrome de Down. “O audiovisual favorece registrar um determinado momento e compartilhá-lo em diversos meios e para inúmeras pessoas. E é isso que pretendemos. Queremos que mais pessoas tenham acesso a esse conhecimento múltiplo. O documentário é um granzinho que vai colaborar com esse processo de difusão da informação”, ressaltou o professor.



Assessoria de Comunicação
indique essa matéria para um amigo
Versão para impressão