assessoria de
  comunicação

30/10/2017
 Realizado o 1º Seminário de Linguística Histórica e Aplicada
por Afonso Ribas


O campo da Linguística abarca consigo uma grande diversidade de teorias e abordagens acerca dos fenômenos linguísticos instituídos no âmbito cultural das sociedades. Nesse sentido, com o objetivo de mobilizar esse conjunto de conhecimentos teóricos para o ensino de Línguas, foi realizado na tarde desta segunda-feira, 30, no campus de Vitória da Conquista, o 1º Seminário do Grupo de Pesquisa em Linguística Histórica e Aplicada.

Segundo o coordenador do Grupo, o professor Lucas Campos, do Departamento de Estudos Linguísticos e Literários (Dell), a atividade surgiu como uma forma de difundir e transpor para a sala de aula o conhecimento científico produzido na academia. “Esse evento nasce de uma convicção nossa de que o trabalho teórico não pode nem deve ficar preso à sala de aula do mestrado e à academia de modo geral. Ele deve, acima de tudo, sair, em um primeiro momento, para os próprios estudantes de graduação da Instituição, e em um segundo momento, para estudantes da rede pública de ensino”, disse.

O Seminário reuniu mestrandos do Programa de Pós-Graduação em Letras: Cultura, Educação e Linguagens (PPGCel), que, na oportunidade, apresentaram resultados de seus trabalhos, realizados no âmbito do Mestrado. Além disso, discentes do curso de Letras também estiveram presentes na atividade e puderam assistiram às apresentações. “É interessante que a nossa pesquisa se volte para a educação no geral. Então, esse momento seria mesmo de transposição do nosso conhecimento para os alunos que estão na graduação. Nós buscamos fazer o possível para mostrar para eles como os nossos projetos podem ajudá-los, futuramente, na prática docente em sala de aula”, afirmou a aluna do PPGCel, Márcia Valéria Moura, que realiza pesquisa voltada para a Linguística Histórica.

O estudante João Pedro Santana, do curso de Letras Modernas, destacou, inclusive, o vínculo do Seminário com a disciplina de Linguística Histórica estudada por ele atualmente, no 5º semestre da graduação. “Para o ensino de Língua Portuguesa, ela é muito importante porque nós acabamos levando um conhecimento para os alunos que envolve a desconstrução de diversos preconceitos que circundam a língua. Eu acho que essa é uma das coisas que nós vamos levar de mais rico dessa disciplina e esse vínculo com o Seminário vai esclarecer ainda mais como podemos usar esse conhecimento na prática em sala de aula”, comentou.



Assessoria de Comunicação
indique essa matéria para um amigo
Versão para impressão