assessoria de
  comunicação

14/11/2017
 Evento discute relações entre Sociolinguística e Gramaticalização
por Afonso Ribas


Teve início na tarde dessa segunda-feira, 13, no auditório do Centro de Aperfeiçoamento Profissional (CAP), campus de Vitória da Conquista, o evento “A Interface Sociolinguística/Gramaticalização”. O encontro, organizado pelo Grupo de Pesquisa em Linguística Histórica e em Sociofuncionalismo (Grupo Janus) e pelo Programa de Pós-Graduação em Linguística (PPGLin), reuniu estudantes, professores e pesquisadores de Letras, Linguística e demais áreas afins.

Uma mesa-redonda, composta pelos professores Anthony Julius Naro e Maria Luiza Braga, ambos da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), abriu a programação do evento. “Esse evento tem duas marcas, que são muito relevantes. Em 2001, o professor Naro e a professora Maria Luiza produziram um texto que foi extremamente importante para a área da Linguística. Então, quase duas décadas depois, nós os trouxemos aqui para Conquista, sendo que o nome do evento é o nome desse texto que eles escreveram – ‘A interface Sociolinguística/Gramaticalização’. Eles vão rediscutir essas duas áreas, incluindo as demandas e o que tem acontecido no país nos estudos linguísticos desde 1970, uma época em que existiam pouquíssimos mestres e doutores no país”, comentou a professora Valéria Viana, coordenadora do evento.

Viana ressaltou ainda a importância da atividade para a formação de estudantes em diferentes níveis de formação no ensino superior: “É um evento curto, mas muito produtivo e com a perspectiva de contribuir muito com os estudantes daqui da região”. A professora Maria Luiza Braga, por sua vez, comentou a permanente atualidade da temática proposta. “Eu acho que esse tema é bastante atual e muito importante e é um prazer estar aqui em Vitória da Conquista discutindo e compartilhando o pouco que a gente sabe”, disse. Já o professor Naro destacou que “hoje, já há muita gente trabalhando nessas duas áreas e é importante percebermos como elas interagem”.

Para quem estava participando do evento, a vinda dos professores Naro e Braga foi o grande destaque da noite. “É importante a participação justamente pelo fato de terem vindo dois grandes linguistas que estão à frente das discussões acerca da Sociolinguística e da Gramaticalização”, disse Maria Aparecida de Souza Guimarães, professora da Universidade do Estado da Bahia (Uneb). As discussões geradas no encontro são ainda uma oportunidade de agregar conhecimentos que, posteriormente, poderão ser utilizados pelos participantes para enriquecerem suas pesquisas, como comentou a aluna do quinto semestre de Letras Modernas, Ana Cláudia Oliveira Azevedo. “A minha pesquisa não é na área de Sociolinguística, mas como eu trabalho com dados processuais de diálogos no processo de produção de textos, eu vim aqui para apresentá-los com um viés sociolinguístico, já que é uma área muito ampla. Então, é uma formação a mais, além daquela que a gente tem no curso”, disse.

A programação do primeiro dia do evento foi encerrada com o lançamento do livro “Variação e Mudança Linguística na Língua Portuguesa: caminhos sociolinguísticos e (sócio)funcionalistas no Sertão da Ressaca”, que é resultado de um conjunto de pesquisas realizadas pelo Grupo Janus, sendo organizado pela professora Valéria Viana e pelo professor Jorge Augusto Alves da Silva. O lançamento foi seguido de coquetel e intervenção artística.



Assessoria de Comunicação
indique essa matéria para um amigo
Versão para impressão