assessoria de
  comunicação

20/11/2017
 Realizado curso sobre manejo reprodutivo de caprinos e ovinos
por Afonso Ribas


Com o objetivo de capacitar produtores rurais da região acerca dos aspectos mais importantes da reprodução de caprinos e ovinos, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), com o apoio do Sindicato Patronal de Vitória da Conquista (SPVC) e do Setor de Caprinos e Ovinos da Uesb, realizou o curso “Manejo Reprodutivo de Caprinos e Ovinos”. A programação, que teve início na última quinta-feira, 16, e se encerrou na manhã desta segunda, 20, foi composta por aulas teóricas e práticas, além de visita técnica.

Segundo o engenheiro agrônomo instrutor do Senar, Fábio Martins de Oliveira, o curso é parte de um programa denominado Pro-Senar Preparatório Caprino e Ovino, que conta com um grupo de 20 criadores rurais da região. “Na verdade, ele representa o último módulo de uma série que já foi trabalhada alguns meses atrás, no que diz respeito ao manejo de pastagens, reserva estratégica e manejo sanitário. Agora, estamos finalizando com o manejo reprodutivo”, afirmou Oliveira.

O primeiro dia do curso contou com uma aula teórico-prática ministrada pelo professor Jurandir Ferreira da Cruz, coordenador do Laboratório de Caprinos e Ovinos da Uesb, no auditório 1 do Módulo de Aulas Antônio Luís Santos (Luisão). Durante a atividade, o professor abordou temas como castração, vida útil de matrizes e reprodutores, tipos de acasalamento, seleção de matrizes e eficiência reprodutiva. “Nós fizemos um convite ao professor Jurandir e ele aceitou de prontidão. Assim, a turma teve o privilégio de participar dessa atividade ministrada por ele. Através da qualificação desses criadores rurais, o intuito é de que seja colocada carne de ovino e caprino de qualidade no mercado, com animais precoces, em nível de abate e não mais caprinos e ovinos velhos. Além disso, nós visamos ainda fundamentar esse tipo de criação tecnificada para atender ao mercado gourmet, que é um mercado especializado em cortes nobres”, concluiu Oliveira.

O criador José Roberto Rocha de Almeida, do povoado de São João da Vitória, zona rural de Vitória da Conquista, foi um dos participantes do curso e é um dos 20 produtores rurais assistidos pelo Pro-Senar. Ele destacou a importância do curso preparatório para fortalecer a ovinocaprinocultura na cidade. “Com o curso, nós estamos nos aperfeiçoando para trabalhar de uma forma legalizada, já que em nosso município o abate não é permitido e, por isso, é feito de forma clandestina. Além do mais, esses cursos que chegam até o produtor são muito bem-vindos e nós temos que estar buscando todas as informações que nos são acessíveis para melhorar os rebanhos”, disse Almeida.

Além dos produtores assistidos pelo Pro-Senar, participaram da aula ainda diversos estudantes do curso de Medicina Veterinária da Faculdade e Tecnologia e Ciências (FTC) e alunos do curso Técnico em Agropecuária do Centro Territorial de Educação Profissional (Cetep). “Esse curso vem ampliar a nossa visão em relação ao manejo reprodutivo dos animais e, com isso, nos dá um direcionamento de como devemos analisar e de como devemos fazer a avaliação para, a partir disso, levar um bom reprodutor ou uma boa matriz para o nosso rebanho”, destacou a estudante do Cetep, Maria Raimunda Silva Oliveira.



Assessoria de Comunicação
indique essa matéria para um amigo
Versão para impressão