assessoria de
  comunicação

7/12/2017
 UESB premiada no Hackathon Desafios Bahia
por Wellington Nery


A equipe composta por discentes do Curso de Bacharelado em Sistemas de Informação e membros do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Softwares (CPDS), da Uesb, campus de Jequié, apresentou a plataforma mobile ‘Da Terra’, no Hackathon Desafios Bahia, nos dia 1º e 2 de dezembro, em Salvador e foi premiada com a segunda colocação no evento. A maratona de programação Hackathon Desafios Bahia: Agricultura Familiar é inédita no Estado e foi promovida pelas Secretarias da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e de Desenvolvimento Rural (SDR) do Estado da Bahia que esperam que as soluções tecnológicas propostas pelas duas agendas atendam uma demanda real da sociedade.

O evento aconteceu durante o Bahia Rural Contemporânea – 8ª Feira Baiana da Agricultura Familiar, Economia Solidária e Reforma Agrária. Ao todo, 30 participantes tiveram 30 horas para solucionar uma problemática, por meio de tecnologias digitais e ideias inovadoras, que qualificam as políticas públicas executadas pelo Governo do Estado. A premiação do evento aconteceu no último sábado, 2 de dezembro, na 30ª edição da Feira Internacional da Agropecuária (Fenagro), na programação do Bahia Rural Contemporânea. 

Segundo Sócrates Santana, coordenador do Programa Hackathon Desafios Bahia, os times foram formados com estudantes da Universidade Estadual da Bahia, Universidade Federal da Bahia, Universidade de Salvador, Instituto Federal da Bahia e da Faculdade de Tecnologia Senai Cimatec, além da Uesb, sendo obrigatória a participação de um agricultor familiar compondo a equipe. “A maratona de tecnologia e inovação reuniu estudantes e jovens de toda a Bahia, encerrando um ciclo de quatro edições em 2017, que foram direcionadas para as áreas de Políticas para as Mulheres, Trabalho, Mobilidade e, esta última, a Agricultura Familiar”, disse Santana. 

A discente Marcela Neves Lima, graduanda do curso de Sistemas de Informação da Uesb, que integrou a equipe premiada no Hackthon, diz ter sido uma experiência muito importante para a sua formação acadêmica. “Ficamos felizes em representar a Uesb e o CPDS, mais ainda em alcançar o segundo lugar. Conseguimos mostrar o nosso potencial e o quanto os alunos de Sistemas de Informação estão aptos a solucionar problemas organizacionais através da tecnologia”, revela Lima.

 Para a professora do Departamento de Ciências e Tecnologia (DCT) e coordenadora do CPDS, Claudia Ribeiro Santos Lopes, esta iniciativa é um marco importante para o nosso Estado. “Eventos como esse são uma excelente oportunidade para promover a integração entre governo, universidade e comunidade. O Curso de Sistemas de Informação da Uesb objetiva formar profissionais para fazer uso da tecnologia na resolução de problemas organizacionais, e em sua atuação não há como pensar em aplicar a tecnologia sem responsabilidade social”, defende Lopes. 

Sobre a premiação a professora Cláudia Lopes se diz feliz e parabeniza sua equipe. “A solução proposta pela equipe da Uesb/CPDS tem como característica principal a inovação associada à responsabilidade social. Isso vem coroar um trabalho realizado junto aos discentes para a formação de profissionais críticos, criativos, inovadores e que buscam criar soluções com responsabilidade social. Gostaria de parabenizar toda a equipe pelo trabalho, o qual projeta o CPDS e a Universidade a nível estadual”, conclui a coordenadora do CPDS.



Assessoria de Comunicação
indique essa matéria para um amigo
Versão para impressão