assessoria de
  comunicação

11/12/2017
 Conquista: Centro de Extensão realiza 10º Campeonato de Judô
por Gisele Almeida


Com o objetivo de coroar as atividades de 2017 do projeto de extensão “Judô - Uesb para a Comunidade”, o Centro de Extensão e Ação Comunitária (Ceac) promoveu no último sábado, 9, em Vitória da Conquista, a décima edição do Campeonato de Judô. A competição, que aconteceu no 1º andar do Shopping Conquista Sul, durou todo o dia: pela manhã, lutaram os alunos de 11 a 26 anos, e à tarde, os atletas de 5 a 10 anos.

Há 11 anos, o “Judô - Uesb para a Comunidade” busca atender pessoas da comunidade externa da Universidade, que se interessam pelo esporte, mas não podem pagar pelas aulas. Atualmente, o projeto atende mais de 250 crianças e adolescentes, nos bairros Urbis 6, Urbis 2 e Alto Maron. O professor Hudson Porto é um dos responsáveis por ministrar as aulas e oferecer todo o suporte necessário para esses atletas. De acordo com ele, são diversos os benefícios que o Judô traz para a vida desses alunos: “é uma ferramenta muito importante para tirar essa garotada da rua e um esporte como o Judô trabalha bastante a parte da disciplina, da educação e do respeito”.

Ainda segundo o professor, a realização do campeonato simboliza a finalização de um ano muito vitorioso para o projeto, que culminará na participação no Campeonato Baiano de Judô em 2018. “Esse ano foi o maior sucesso, fizemos uma viagem para competir em Canavieiras, na Bahia. Demos a oportunidade para eles conhecerem outros lugares, além de oferecer uma integração entre as diferentes comunidades. E a expectativa para o ano que vem é o Campeonato Baiano, que a Universidade vai fazer parte também. Nessa competição, vai ter seletivas para o Campeonato Brasileiro”, comemorou.

Para o professor Renato Figueiredo, que ministra aulas de Judô para discentes de graduação do campus de Vitória da Conquista, a importância do evento reside no fato de criar uma ponte entre o ensino do esporte Judô na graduação e a extensão. “É um esporte que é muito difundido na cidade e no campus de Vitória da Conquista. Apesar do campus não ter o curso de Educação Física, essa modalidade já existe há mais de 15 anos na Uesb e fora dela, através da extensão. Então, o evento é uma maneira de mostrar pra comunidade que o esporte dentro da Universidade continua vivo”, completou.

Ryan Santos tem 13 anos e há dois treina Judô por meio do projeto. Ele ficou em 1º lugar em sua categoria e comemorou mais uma medalha em sua breve carreira na modalidade, além de ressaltar o trabalho de preparação para a competição. “Nós treinamos muito, muitas horas a mais, para conseguirmos chegar e ganhar. Eu já tenho muitas medalhas, mas é sempre uma conquista muito boa e me motiva para ganhar sempre, mas sem esquecer que uma hora eu posso perder também”, afirmou.

Já para Viviane Santos, que tem 14 anos e estuda na Escola Municipal Pedro Francisco de Morais, a medalha de prata que conquistou no campeonato representa a coragem para competir e demonstra que o Judô é um esporte inclusivo e acessível para todos. “Tem várias pessoas que falam que não vão competir, que têm vergonha. Várias pessoas da minha escola falaram que não vinham porque tinham medo. Para mim, essa medalha significa muita coisa. Mesmo sendo o segundo lugar, acho que é importante pra mostrar para as pessoas que eu posso e elas também conseguem”, declarou.

 



Assessoria de Comunicação
indique essa matéria para um amigo
Versão para impressão