assessoria de
  comunicação

12/12/2017
 1 Semana de Cinema e Audiovisual destaca cinema baiano
por Emanuela Lisboa


Com o objetivo de abrir um espaço para o debate sobre a produção cinematográfica e audiovisual na Bahia e, especialmente, em Vitória da Conquista, está sendo promovida a 1ª Semana de Cinema e Audiovisual da Uesb, com o tema “Olhares plurais: imagens e vozes da Bahia”. O evento, que iniciou nessa segunda, 11, é realizado pelo Curso de Cinema e Audiovisual, em parceria com o Programa Janela Indiscreta Cine-Vídeo Uesb. As atividades seguem até esta sexta, 15 de dezembro.

Conferências, exibições de filmes, oficinas, mesa-redonda e minicursos, integram a programação, que envolve professores e discentes de Cinema e Audiovisual da Universidade, profissionais da área e convidados. Na manhã desta terça, 12, as atividades aconteceram no Teatro Glauber Rocha, e estudantes do Curso apresentaram suas produções dos Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC).

O coordenador do Colegiado, professor Márcio Venâncio, falou desse momento: “É uma oportunidade, uma janela para que a gente possa mostrar o trabalho dessa juventude e dessa nova geração de produtores audiovisuais que vêm se mostrando bastante promissora. É uma oportunidade tanto para alunos recém-ingressantes como para que outros públicos possam ter acesso e conhecer um pouquinho dessa produção, que é uma produção qualificada”.

O docente também destacou as expectativas em relação às próximas edições da Semana. “A proposta é transformar num evento calendarizado ou de acontecimento anual para que, junto com a Mostra e a Mostrinha de Cinema, a gente tenha mais um evento na cidade que discuta e fale sobre essa questão do audiovisual nos diferentes aspectos. Nessa primeira edição, a gente retrata, discute e apresenta o cinema baiano, que é um cinema que tem um potencial muito grande e que, por vezes, não tem o espaço que merece”, explicou Venâncio.

“Eu fiz uma produção audiovisual para internet porque o curso de Cinema tem diversas modalidades na qual o aluno pode finalizar o seu curso. Tanto pode ser um texto, uma monografia, quanto ele pode fazer alguns trabalhos como animação, uma produção pra internet, uma produção pra TV ou um documentário, um média-metragem, então, as possibilidades acabam sendo amplas”, ressaltou Murilo Nogueira, que apresentou seu TCC intitulado “Por dentro do Cinema”. Murilo, que também é servidor da Uesb, comentou sobre a importância de conhecer as demais produções exibidas: “É muito importante esse contato com as outras pessoas que também realizaram para entender o percurso de cada um ou entender a finalidade, como cada um pensou no seu projeto ou o tipo de visão que quis trazer com essa produção”.

Gustavo Menezes, formado em Audiovisual pela Universidade de Brasília (UnB), veio trocar conhecimento. “Fui convidado pelos professores para exibir um curta que fiz no ano passado na UnB e eu acho que o propósito é servir como troca de experiências, o intercâmbio das experiências dos universitários, e também comparação de como é o ambiente universitário para produção de Cinema na UnB e aqui na Uesb”, salientou. Para ele, as realidades de produção são semelhantes. “A gente produz nas mesmas condições. Mesmo sendo em cidades diferentes, mas são condições bem parecidas, então, colocar a gente pra ter essas trocas de ideias, se conhecer, é bem importante”, concluiu Menezes.

Para saber mais sobre a Semana, acesse a programação ou entre em contato pelo telefone (77) 3425-9330.



Assessoria de Comunicação
indique essa matéria para um amigo
Versão para impressão