assessoria de
  comunicação

8/2/2018
 Prae realiza dia de integração no campus de Itapetinga
por Valcelene Amorim


O ingresso no ensino superior representa um período de mudanças para muitos estudantes. Para alguns, significa mudar de cidade, dentre outras alterações na rotina em que estão acostumados. Além disso, o universo acadêmico é desconhecido para vários destes alunos. Pensando nisso, o Programa de Assistência Estudantil (Prae), promoveu nessa quarta-feira, 7, no campus de Itapetinga, uma série de ações com os objetivos de recepcionar os novos universitários, integrá-los com os discentes que já estão na Universidade e apresentar os setores da Uesb.

Para tal, as atividades tiveram início com a apresentação da equipe multidisciplinar do Prae e de outros setores da Uesb, como o Núcleo de Acessibilidade e Inclusão para Pessoa com Deficiência (Naipd), Espaço de Partilhas e Aprimoramento Humano (Epah), Núcleo de Saúde e Bem-Estar (Nusbe) e os serviços que são oferecidos pelos mesmos, além de representantes dos discentes e docentes.

“O objetivo dessa programação é poder mostrar aos alunos o programas de permanência estudantil, que assistem aos estudantes habilitados, devidamente matriculados, que frequentam regularmente as aulas”, explicou Marivaldo Nascimento as Silva, subgerente do Prae.  Silva também destacou o comprometimento da equipe em auxiliar os alunos para que os mesmos “consigam se desenvolver bem academicamente, com colaboração do Prae, por meio dos benefícios que eles possuem junto ao Programa, que são disponibilizados tanto para os novos alunos, quanto para aqueles que já estão na Uesb”.

Durante a programação, os alunos tiveram a oportunidade de praticar a solidariedade por meio do projeto “Força na Peruca”, que foi pensado em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde e o Grupo de Apoio à Criança com Câncer - Regional Sul Bahia (GACC-Ba) de Itabuna e teve o objetivo de arrecadar cabelos para a confecção de perucas para crianças em tratamento contra o câncer. “A gente queria trazer projetos de ação solidária que sensibilizasse os alunos. Então, a gente pensou nessa ação. Eu tive essa experiência de cortar o cabelo para doação e foi muito significativo para mim, saber que vai melhorar a autoestima de alguém que esteja em sofrimento e vai trazer alegria. Então, eu pensei que outras pessoas poderiam experimentar essa mesma sensação que eu tive, de alegria”, salientou Maria de Lourdes Brito Amorim, psicóloga do Prae.

Ainda de acordo com Amorim, o setor vai continuar recebendo doações de cabelos até o mês de março. “A instituição de saúde vai mandar uma pessoa para buscar as doações de cabelo no mês de março. Então, até lá, nós estaremos recebendo doações. Não teremos mais o cabeleireiro disponível para fazer o corte, então, é necessário que tragam o cabelo já cortado”, frisou.

Outra ação solidária desenvolvida foi o “Cabide Solidário”. “A ideia desse projeto é o consumo colaborativo, que consiste em você doar o que não precisa ou não quer mais e escolher entre as peças em exposição algo que precise ou goste, ou seja, é a oportunidade de adquirir peças novas para o guarda-roupa e se desfazer daquelas que não quer mais. Então, é algo que ajuda todo mundo e o bolso agradece”, esclareceu Flavia dos Santos Oliveira.  Ainda conforme Oliveira, as roupas que não foram trocadas durante o evento serão doadas para instituições de caridade da cidade.

Para Elilecia Oliveira da Silva, aluna do primeiro semestre do curso de Pedagogia, o momento proporcionado pelo Prae foi muito proveitoso, além de explicativo. “Estou gostando, eu achei bem diferente e o povo é bem acolhedor. Eu achei interessante a questão das ações solidárias porque a gente não vê isso com frequência em nosso cotidiano, as pessoas sendo solidárias umas com as outras. Também gostei bastante da palestra do Prae porque fomos informados sobre muitas coisas que não sabíamos até este momento”, pontuou Silva.

Amanda Freitas, do terceiro semestre de Pedagogia, também aprovou a programação. “Essa iniciativa foi muito legal porque nos permite interagir com outros cursos, conhecermos pessoas, sem contar que a proposta de doação tanto de cabelo quanto de roupa pode ajudar muito porque, muitas vezes, as pessoas estão precisando e a gente não sabe quem é, e aqui está tudo exposto para a pessoa fazer sua escolha”, disse Freitas.

Em continuidade às atividades de integração, foi realizada, no Hall da Biblioteca Regina Célia Ferreira Silva (Bircefs), a assinatura do termo de responsabilidade e entrega das bicicletas aos alunos habilitados ao Prae beneficiados com a concessão.



Assessoria de Comunicação
indique essa matéria para um amigo
Versão para impressão