assessoria de
  comunicação

21/2/2018
 UESB apoia eventos sobre Educação em Conquista
por Thanize Borges


Construir uma educação de qualidade é o objetivo central que permeou a realização dos eventos voltados tanto para o acompanhamento do Plano Municipal de Educação de Vitória da Conquista, quanto das Conferências Municipal e Intermunicipal de educação da cidade e território de identidade, que aconteceram nesse mês de fevereiro e tiveram o apoio da Uesb, representada pela sua Pró-Reitoria de Graduação (Prograd). A agenda de eventos iniciou com uma Audiência Pública, que aconteceu dia 6 de fevereiro, na Câmara de Vereadores, onde foram discutidos a avaliação e o monitoramento do Plano Municipal de Educação 2015-2025. 

A cronograma de atividades seguiu com a realização da Conferência Intermunicipal de Educação, que aconteceu nos dias 16 e 17, na Uesb, Campus de Vitória da Conquista (foto 1), e reuniu a representação de 15 municípios do território de identidade. 

A pró-reitora de graduação da Uesb, Talamira Taita, enfatizou que receber um evento dessa amplitude é estar inserida e contribuir para qualificar a discussão. “É o lugar que a Universidade precisa estar, enquanto aquela que forma os professores que atuam nesses municípios. O que está acontecendo aqui são conferências que antecedem a discussão maior, para que a gente consiga avaliar, refletir, propor mecanismos mais efetivos, para que de fato o Plano aconteça e dentro desse prazo de 10 anos a gente consiga chegar a contento com todas as metas implementadas”, afirmou a professora.

A Conferência Intermunicipal contou com a participação dos profissionais da área educacional, dos gestores municipais e representatividades dos órgãos de educação. Uma delas foi a professora Alda Pepe, membro do Fórum e do Conselho Estadual de Educação, que também realizou a palestra de abertura da Conferência. “Como professora acho que é um evento muito importante para discutirmos uma coisa que está pendente e ainda não tratamos o bastante, que são os sistemas de educação. O que temos hoje no Brasil são sistemas de ensino, não temos sistemas municipais, estaduais e nacionais de educação. Estamos tentando discutir e fazer materializar, uma vez que já consta na lei. Acredito que teremos um espaço para falar não somente a questão dos sistemas, mas que eles tenham como objetivo uma educação de qualidade, com equidade”, enfatizou Pepe.

Quem também esteve presente na Conferência Intermunicipal foi a secretária de educação de Vitória da Conquista, Selma Maria de Oliveira Silva, que destacou o orgulho em ver a representação dos municípios no evento. “Nos orgulha muito a nossa região estar aqui representada pelos 15 municípios presentes, quando nós percebemos a consolidação do Sistema Nacional de Educação e do Plano Nacional de Educação (PNE), com um momento de monitoramento, participação, envolvimento, e especialmente, como um tempo em que todos estão voltados para que a nossa educação realmente cresça e atenda os objetivos propostos. Que consigamos avançar, porque quem lucra com tudo isso é a comunidade”, disse.

Dando continuidade ao calendário, nos dias 19 e 20 de fevereiro, no auditório da Universidade Federal da Bahia (UFBA), aconteceu a 7ª Conferência Municipal de Educação (foto 3), que este ano contou com a palestra de abertura realizada pelo Coordenador do Fórum Estadual de Educação (FEE), o professor Marcius Gomes, que também esteve presente na Conferência Intermunicipal.

Em sua apresentação Gomes enfatizou a responsabilidade da participação popular e o papel dos entes municipais naquilo que compete à questão do Plano Municipal e à elaboração do sistema municipal de educação, destacando os oito eixos da Conferência e provocando para que os delegados presentes possam, de fato, pensar, tanto os eixos como o Sistema Nacional de Educação, a partir dessas problemáticas e daquilo que a educação do município identifica. Ele também destacou a participação das representações: "Nesses três dias aqui em conquista me chamou muita atenção a participação dos profissionais de educação, dos gestores municipais, e acho que isso fortalece muito o debate para a educação do município e da região", ressaltou Gomes.



Assessoria de Comunicação
indique essa matéria para um amigo
Versão para impressão