assessoria de
  comunicação

23/2/2018
 Sanidade de ovinos e caprinos tema de encontro com produtores
por Emanuela Lisboa


Promovido pelo Setor de Caprino-Ovinocultura da Uesb, por meio do Projeto Procriar, foi realizado, na manhã dessa quinta, 22, no campus de Vitória da Conquista, um Dia de Campo com os produtores rurais e seus familiares, oriundos dos municípios de Caetanos e Mirante. Com o tema “Sanidade de Ovinos e Caprinos”, o encontro teve por objetivo disponibilizar informações e a troca de experiências. A atividade foi executada em parceria com o Centro de Convivência e Desenvolvimento Agroecológico do Sudoeste da Bahia (Cedasb), que desenvolve o projeto Bahia Produtiva e presta assistência técnica aos produtores.

De acordo com o coordenador do Procriar, professor Jurandir Cruz, esses encontros são corriqueiros às ações do projeto. “A gente sempre tem atividades dessa natureza. Ou a gente vai às comunidades ou a gente convida as comunidades para visitarem a nossa Universidade. Hoje é esse momento de visita”, explicou. Cruz falou também do propósito do Dia de Campo: “A atividade de hoje é mais focada nessa parte de sanidade, onde a gente vai estar descrevendo as principais enfermidades que acometem os caprinos e ovinos, assim como a forma de se controlar essas enfermidades pra que a gente aumente a produtividade dentro das propriedades”. Segundo o coordenador, a discussão do tema é uma necessidade, pois é uma área que demanda informações e os produtores ainda precisam ser capacitados nesse assunto.

“É um momento em que os agricultores saem da região deles, da comunidade, para verem outros locais que dão certo, outras experiências, a gente chama isso de intercâmbio. Aqui na Uesb é um lugar que eles vão ter contato com o professor Jurandir, nossa grande referência na caprino-ovinocultura, então essa parceria está sendo bem bacana”, informou Milena Mendes, coordenadora de campo do Cedasb. A agrônoma destacou ainda a importância da participação familiar na reunião. “Quando a gente atende o produtor não é apenas um, a gente a tende a família, então essa proposta é fortalecer a agricultura familiar. Não adianta trazer só o marido ou a esposa, sendo que no dia a dia, na labuta diária, está o grupo”, ressaltou. Mendes salientou também o cuidado em levar alternativas na alimentação dos animais: “Em vez de estar comprando rações com alimentos transgênicos, a gente tem incentivado muito a produção local, alimentos alternativos como a palma, o próprio milho crioulo, diferentes formas para eles agregarem valor e diminuírem o custo da produção”, considerou.

Segundo Fábio Martins Oliveira, engenheiro agrônomo e instrutor do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), convidado a discorrer sobre a alimentação de ovinos e caprinos, a saúde desses animais está ligada a uma dieta balanceada e adequada. “Vem a calhar esse momento pra falar sobre alimentação, que vai mostrar para o produtor rural que o aspecto sanitário como um todo do rebanho tem que se alicerçar no quesito alimentar. A gente vai falar um pouco de silagem e fenação, uma prática de campo para o produtor ver como é que faz, como pode conduzir na sua propriedade. Com técnicas simples, desde que sejam bem aplicadas, ele vai ter excelentes resultados”, frisou.

O produtor de ovinos, Esdras Braga de Oliveira, esteve no encontro e comentou a sua parceria com o Procriar. “É uma parceria de grande valia porque aproxima o mundo acadêmico da propriedade rural, trazendo técnicas, melhoramento de sanidade, de alimentação, ajuda na seleção genética, e também traz todo um direcionamento com a outra ponta da cadeia, que é a ponta de produção de carne do pequeno criador. Como a minha proposta é produzir genética, então, esse elo se fecha”, afirmou Oliveira. Ainda de acordo com o produtor, a extensão rural traz grandes resultados e essa troca de experiência é sempre válida e enriquecedora. “Compartilhar um pouquinho do que a gente já tem aprendido, atualizar alguns conceitos e mostrar que existe a genética viável, a genética que produz e traz resultados”, argumentou.

O Procriar é um projeto de extensão, criado em 1997, e tem apoio da Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários (Proex). Para obter mais informações sobre suas atividades, contate a coordenação do Projeto pelo telefone (77) 3424-8627.



Assessoria de Comunicação
indique essa matéria para um amigo
Versão para impressão