assessoria de
  comunicação

14/3/2007
 Discriminação e desigualdade étnica
por Carlos Almeida Santos e Evelly Freitas


Respeitar as diferenças e valorizar o ser humano, independente de cor, sexo, raça, crença ou orientação sexual, são princípios essenciais de uma nação democrática. Aprender a conviver em sociedade requer  habilidade para superar os preconceitos e otimismo para vencer as desigualdades. Pensando nisso, o Órgão de Educação e Relações Étnicas com Ênfase em Culturas Afro-brasileiras (Odeere) da Uesb, campus de Jequié, promove, no próximo dia 21, o III Encontro sobre o Combate a Discriminação e Desigualdade Étnica.   

O evento, que acontece no Auditório do Pavilhão Administrativo, tem por objetivo conscientizar a população sobre questões ligadas à discriminação e a desigualdade étnica no país,  por meio da análise de  pesquisas e debates com especialistas. Entre os palestrantes, um mestre em História Africana da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), Denilson Lessa; um doutor em Ciências Sociais e Antropologia da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), Edson Dias Ferreira; estudantes da Instituição; e convidados.

Palestras, mesas-redondas e atividades culturais fazem parte da programação. Na ocasião, acontecerá a aula inaugural das novas turmas do Curso de Extensão em Educação e Culturas Afro-brasileiras, que ainda disponibiliza vagas, especialmente para professores e militares. Os interessados podem se inscrever na sede do Odeere, em horário comercial. A coordenação é da professora do Departamento de Ciências Humanas e Letras (DCHL), Marise Santana.

Mais informações, pelos telefones (73) 3528-9713 ou 3526-3006.



Assessoria de Comunicação
indique essa matéria para um amigo
Versão para impressão