imagem do topo

Colóquios temáticos

1 - Estado, Sociedade e Conflitos no Brasil
Ementa: O Colóquio Temático proposto pelo Grupo de Pesquisa Política e Sociedade no Brasil - GEPS (Museu Pedagógico/Departamento de História-UESB) visa promover o debate sobre as variadas formas de experiências políticas ocorridas no Brasil, privilegiando as intervenções das classes dirigentes com vistas ao fortalecimento e consolidação do Estado e os movimentos protagonizados por diferentes setores da sociedade civil. Desse modo, busca-se refletir sobre a ampliação dos espaços da política formal, como também as práticas políticas manifestas pelo proletariado e a população em geral. Em razão disso, serão considerados estudos concluídos ou em andamento que discutem temas relativos às instituições políticas, movimentos sociais, poderes e sistemas eleitorais, processos autoritários, revolucionários e formação das classes sociais, assim como abordagens que reflitam sobre trajetórias políticas, memórias e ideologias em distintas temporalidades.
Coordenadores: Prof. Dr. Argemiro Ribeiro de Souza Filho (FAINOR), Prof. Dr. José Alves Dias (UESB) e Profa. Dra. Maria Aparecida Silva de Sousa (UESB)

2 - Conhecimento formal e conhecimento crítico: produção científica no capitalismo contemporâneo
Ementa: Este Colóquio Temático tem por objetivo fomentar o debate em torno da produção e apropriação do conhecimento e sua relação com os interesses materiais da sociedade contemporânea. Assim, visa problematizar os conflitos entre a produção/apropriação do conhecimento formal (dito científico) e a produção do conhecimento crítico, que busca julgar radicalmente a ordem estabelecida (incluso aí a produção científica), num contexto em que o método moderno de investigação, atrelado diretamente aos interesses sociais dominantes desqualifica qualquer outro que não se enquadre na lógica reprodutivista do sistema. O raio de abordagem do Colóquio, nesse sentido, visa abordar questões que partem do método científico, sua ideologização e apropriação mercantil, numa perspectiva sócio-histórica, ou seja, de desnaturalização da produção social do conhecimento.
Coordenadores: Prof. Dr. José Rubens Mascarenhas de Almeida (UESB)

3 - Desenvolvimento científico-tecnológico e formação humanística: Desafios das Ciências Biológicas, Químicas, Físicas e Matemáticas
Ementa: O propósito deste Colóquio Temático é compartilhar algumas reflexões e práticas relativas aos desafios do Ensino das Ciências Biológicas, Químicas, Físicas eMatemáticas com vistas ao desenvolvimento de cada um desses campos de conhecimento. O objetivo do mesmo é focalizar o olhar na formação humanística frente aos avanços da sociedade científico-tecnológica, considerando as contradições presentes no mundo contemporâneo.
Coordenadores: Profa. Dra. Tânia Cristina Rocha Silva Gusmão (UESB), Profa. Dra. Anete Charnet Gonçalves da Silva (UESB) e Prof. Dr. Héctor Santiago Odetti (UNL-Argentina)

4 - Educação, Políticas e Trabalho: abordagens à luz da história e da memória
Ementa: O presente colóquio aceitará exclusivamente resultados de pesquisas em andamento ou concluídas, abordando a história, a memória e a educação em sua amplitude escolar ou não escolar, tratando de temas relativos a ditaduras políticas e suas incidências sobre as políticas educacionais, trajetórias sociais e instituições educativas. Também sobre a incidência do processo de reestruturação produtiva do capital e da flexibilização/precarização do trabalho, e sobre as relações sociais de gênero, em diferentes tempos e espaços de trabalho. Estudos sobre problemas econômicos, sociais, políticos relativos a essas temáticas com abordagens relativas à classe, etnia, idade e gerações e que estão atuando sobre a vida concreta no mundo contemporâneo.
Coordenadores: Profa. Dra. Lívia Diana Rocha Magalhães (UESB) e Profa. Dra. Ana Elizabeth Santos Alves (UESB)

5 - História, Memória, Igreja e Educação: abordagens e conflitos em vários campos do conhecimento
Ementa: O presente colóquio temático abordará temas relativos à educação, história, memória e receberá comunicações científicas nestes campos de pesquisa, pretendendo discutir aspectos históricos, sociais, políticos, pedagógicos, teológicos e morais pertinentes à atuação da Igreja no Brasil, principalmente os pontos de consenso e dissensão que aconteceram envolvendo as categorias: Estado, Igreja e Educação no Brasil, nas suas expressões _ evangelização, catequese e educação _ desde as suas origens. Dentro dessa perspectiva, questiona-se: Quais foram as razões essenciais que originaram os conflitos entre o Estado, a Igreja e os intelectuais da Educação no Brasil, nos contextos colonial, imperial e republicano? Tomando como medida a categoria da contradição dialética, podemos observar que, na história da Igreja, a questão do poder, em todas as suas variações, como disputa pelo poder, manutenção do poder, seguida pelas ameaças da perda do poder, novas disputas, tentativa de manutenção e novas perdas, esteve presente, inclusive, no elemento indispensável para a própria sobrevivência da Igreja, e não pode ser omitida. Destacamos que a temática proposta abarca discussões tanto em âmbito local, regional e nacional ou qualquer abordagem tendo em vista a totalidade onde se instalou o orbe cristão.
Coordenadores: Profa. Dra. Ana Palmira Bittencourt Santos Casimiro (UESB)

6 - Memória, Discursos e Processos de Significação em diferentes materialidades significantes
Ementa: Neste Colóquio temático, serão discutidos resultados de pesquisa que, sob diferentes perspectivas teórico-metodológicas, tratam de: i) memória e discursos (politico, jurídico, religioso, etc) em diferentes materialidades significantes; ii) processos de significação e de sentidos como efeitos.

Coordenadores: Profa. Dra. Maria da Conceição Fonseca-Silva (UESB) e Profa. Dra. Edvania Gomes da Silva (UESB)

7 - Memória e espaço: diálogos e perspectivas na contemporaneidade
Ementa: O Colóquio Memória e espaço: diálogos e perspectivas na contemporaneidade propõe o aprofundamento de discussões que tenham como enfoque a significação da memória e das representações no processo de configuração socioespacial. Assim, deve contemplar pesquisas que enfatizem a relação entre a geograficidade da experiência humana e a elaboração de um conhecimento que qualifica o espaço, conferindo-lhe significados na memória e nas representações sociais com ênfase também nos espaços escolares e nas narrativas que circulam nesses espaços. Na abordagem proposta devem ser considerados os valores simbólicos que estão presentes nas relações dos sujeitos sociais com os seus espaços de vivência, posto que, ao agir sobre o espaço, no cotidiano, os sujeitos atribuem a ele significados. A proposição deste Colóquio é resultado da vinculação dos seus membros ao Laboratório de Ensino de Geografia da UESB e ao Grupo de Pesquisa do CNPq intitulado Espaço, Memória e Representações Sociais que vêm desenvolvendo atividades de ensino, pesquisa e extensão voltados para os temas mencionados e sua articulação com o ensino da Geografia. As temáticas propostas possibilitarão aos participantes a socialização de pesquisas que possam contribuir com a reflexão acerca da relação entre as categorias Espaço, Memória e Representações Sociais assim como os seus desdobramentos nos espaços escolares, com ênfase no ensino de Geografia.
Coordenadores: Profa. Dra. Geisa Flores Mendes (UESB) e Profa. Dra. Andrecksa Viana Oliveira Sampaio (UESB)

8 - Pedagogia Histórico-Crítica e Educação no Campo e Cidade
Ementa: O colóquio temático aceitará trabalhos oriundos de pesquisas e estudos (concluídos ou em andamento) que se pautem pela pedagogia histórico-crítica ou outras abordagens marxistas acerca dos processos educativos desenvolvidos no campo ou cidade; assim como estudos sobre memória, história, psicologia histórico-cultural, filosofia, epistemologia e políticas públicas para educação relacionados à temática do colóquio.
Coordenadores: Profa. Dra. Fátima Moraes Garcia (UESB), Profa. Dra. Arlete Ramos dos Santos (UESC) e Prof. Dr. Cláudio Eduardo Félix dos Santos (UESB)

9 - Formação de Professores: do Conhecimento às Políticas e Práticas
Ementa: O debate acerca da formação de professores tem tomado centralidade nas últimas décadas tanto no que diz respeito à definição de políticas públicas e a avaliação das ações a ela vinculadas quanto em relação à produção de conhecimento ma área de educação. Longe de se mostrar como um campo de produção acadêmica e de debate político coeso, a formação de professores tem-se caracterizado por embates de conflito que, cada vez mais, tem desafiado a seus pesquisadores a refletirem teoricamente suas práticas, as políticas públicas a ele direcionadas e até mesmo a sua própria teórica. Assim, este colóquio tem como objetivo reunir produções acadêmicas que tratem da formação de professores nos diversos aspectos estudados a seu respeito. Essas produções, necessariamente referenciadas pela pesquisa, por sua natureza científica, deverão se apresentar de maneira sistemática, profunda e radical, levantando, por conseguinte, possibilidades de mediação de conflitos hoje existentes, favorecendo o debate e garantindo, a partir do Colóquio, a construção de novos conhecimentos no campo da formação de professores, em específico, e na área da educação, em geral.
Coordenadores: Profa. Dra. Leila Pio Mororó (UESB) e Profa. Dra. Maria Elisabete Souza Couto (UESC) e Profa. Dra. Amali de Angelis Mussi (UEFS)

10 - Infância e Educação Infantil
Ementa: O Colóquio Temático Infância e Educação Infantil tem por objetivo aprofundar o debate sobre a infância, a criança e a educação infantil, principalmente, sobre as pesquisas com crianças. Esta é uma discussão atual na área, e um dos conflitos que permeiam esse debate refere-se à ética na pesquisa com crianças e o conhecimento que tem sido produzido sobre as mesmas. Quais os avanços e retrocessos na produção do conhecimento sobre a infância, a criança e a educação infantil? Quais os focos das pesquisas sobre o referido tema no mundo contemporâneo? E quais os paradigmas teóricos e metodológicos têm norteado esses estudos? Entendemos que estas questões integram e subsidiam discussões mais amplas sobre as conquistas e a garantia dos direitos das crianças na sociedade contemporânea.
Coordenadores: Profa. Dra. Isabel Cristina de Jesus Brandão (UESB)

11 - Educação, Gênero, Álcool e Drogas
Ementa: A proposta do Colóquio Temático é propiciar um espaço de debates e incursões a respeito da temática de álcool e drogas no tocante às relações sociais de gênero e sua interface com os processos educativos. Ao mesmo tempo, socializar pesquisas referentes ao uso abusivo de álcool e outras drogas na escola e na sociedade em geral; promover o debate sobre o uso/abuso de álcool e outras drogas estendido às relações sociais gênero; formar e informar educadores e profissionais em formação sobre a problemática do uso abusivo de álcool e outras drogas e suas relações no tocante à educação.
Coordenadoras: Profa. Dra. Luci Mara Bertoni (UESB) e Profa. Dra. Sílvia Regina Marques Jardim (UESB)

12 - Gênero, Diversidade e Violência: debates teóricos contemporâneos
Ementa: Nos últimos anos, a sociedade brasileira vivencia o aumento da violência relacionado às situações inseridas nos campos do gênero e da diversidade sexual. As várias manifestações da violência (psicológica, simbólica, sexual, agressões física e, até mesmo, homicídio) atingem alvos preferenciais cotidianamente e possuem contornos de gênero. Também, nesta mesma realidade, o Brasil apresenta-se como um dos países que registra altos índices de violência contra as lésbicas, os gays, os bissexuais, as travestis e as (os) transexuais. Tais realidades abrem veredas a serem estudas no campo das Ciências Humanas, promovendo novos conhecimentos sobre essa tragédia contemporânea. Deste modo, o presente Colóquio Temático objetiva promover discussões sobre as interseções entre gênero, diversidade sexual e violência, com base nas pesquisas que versam sobre esses temas ou os debates teóricos contemporâneos sobre as temáticas relacionadas.
Coordenadores: Prof. Dr. João Diogenes Ferreira dos Santos (UESB), Profa. Dra. Tânia Rocha Andrade Cunha (UESB) e Profa. Dra. Acácia Batista Dias (UEFS)

13 - Patologias de linguagem e aquisição de linguagem: desafios na contemporaneidade
Ementa: Neste Colóquio temático, serão discutidos resultados de pesquisa que, sob diferentes perspectivas teórico-metodológicas, tratam de estudos de aquisição da linguagem e patologias da linguagem. Linguagem, cérebro, cognição, afasia, neurodegenerescência e surdez. O normal e o patológico no funcionamento da linguagem e da cognição. A fala e a escrita da criança como uma interrogação para o investigador. Serão abordados desafios e questões encontrados na contemporaneidade.
Coordenadores: Profa. Dra. Nirvana Ferraz Santos Sampaio (UESB)

14 - Incursões sociolinguísticas pelo Sertão da Ressaca
Ementa: A língua, como um constructo histórico e social, revela-nos muito mais do que uma relação de interação comunicativa, já que reflete a identidade do indivíduo, e a realidade vivenciada por ele reproduz os valores presentes nessa sociedade. Nesse sentido, a língua é um dos palcos em que as crises sociais e os conflitos entre classes se apresentam de forma mais gritante, visto que identificamos e somos, ao mesmo tempo, identificados pelos padrões linguísticos que usamos. Assim, dominar os mecanismos para o enfrentamento das crises e conflitos advindos da percepção das diferenças sociais requer pesquisas de campo que possam fazer a transposição entre normas linguísticas por meio da socialização do conhecimento acadêmico e, desse modo, fazer incursões sociolinguísticas pelo Sertão da Ressaca significa descrever o percurso histórico da construção da língua portuguesa do Brasil (norma culta e norma popular) falada em Vitória da Conquista e cidades vizinhas, procurando descortinar padrões de variação linguística, nos modelos propostos por Labov (1972), bem como descobrir tendências de mudança, verificando-se os condicionadores linguísticos e sociais responsáveis por alterar o vernáculo dos utentes do português que formam a comunidade de fala de Vitória da Conquista e de cidades vizinhas. Nesta perspectiva, é nosso interesse estabelecer um colóquio entre pesquisas que possuam como aporte teórico a Sociolinguística, (Sócio)funcionalismo e pesquisas que dialoguem sobre os fenômenos de variação e mudança linguística no espaço escolar. Tais pesquisas deverão estar ancoradas na concepção de linguagem como atividade sociocultural, no reconhecimento da dinamicidade constante da língua e da heterogeneidade linguística.
Coordenadores: Prof. Dr. Jorge Augusto Alves da Silva (UESB) e Profa. Dra. Valéria Viana Sousa (UESB)

15 - Crises, sentidos e corpos: biopolítica em materialidades verbais/não-verbais
Ementa: Pelo homem ser um ser simbólico, temos que a produção de sentidos e sua relação com o corpo na história são aspectos inerentes a ele, ou seja, o homem está sempre a se deparar com os sentidos em relações de forças que perpassam o corpo e seus firmamentos com a língua(gem). Isso faz com que estejamos sempre a enfrentar estes sentidos, seja na forma verbal ou na forma não-verbal, materializados tanto linguisticamente quanto corporalmente. Focalizaremos, especialmente, de um lado, os sentidos atribuídos à língua pelos sujeitos, em um momento dado da história e, de outro, as formas de governo que envolvem o corpo dos indivíduos em um quadro biopolítico. Interessa-nos, portanto, descrever, analisar e problematizar espaços de ruptura e tensão que emergem de momentos de crises sociais e se materializam na língua e no corpo, promovendo e redirecionando sentidos na vida. Os conflitos do embate semântico e discursivo irrompem do corpo social, redesignando as linhas da história do dia-a-dia. Em resumo, neste Simpósio trataremos do enfrentamento entre o sujeito e a história nos modos de construção dos sentidos e dos corpos, contemplados na relação entre a Semântica e Análise do Discurso, tomando objetos sob materialidades verbais e/ou não-verbais, a fim de discutir as condições de aparecimentos e os significados de formas específicas de crises linguageiras e corporais em nossa sociedade.
Coordenadores: Prof. Dr. Nilton Milanez (UESB) e Prof. Dr. Adilson Ventura da Silva (UESB)

16 - Concepções sobre Deficiência, Acessibilidade e Direitos Humanos
Ementa: Nos últimos anos, as pessoas com deficiência têm conseguido grandes conquistas, sobretudo no que tange a definição de dispositivos legais que asseguram direitos diversos. No entanto, ao que parece, ainda há muito o que ser feito para que essas pessoas possam, de fato, ter uma participação plena na sociedade. Em parte, os entraves resultam da permanência no imaginário social de concepções historicamente construídas acerca de padrões de normalidade, instituídos principalmente no final do século XIX. São fortes, ainda, as barreiras impostas pela sociedade e estas se manifestam principalmente sob a forma de preconceito, produção de estigmas ou estereótipos, quando não geram outras formas de violência simbólica ou física. Ainda que admitamos os grandes avanços já obtidos, faz-se necessário apoiar, estimular e fortalecer os movimentos de pessoas com deficiência para assegurar o direito à cidadania, na perspectiva da garantia dos direitos à educação, cultura, esporte, lazer, saúde, enfim à uma participação plena na sociedade. Esse Colóquio Temático tem como fim reunir trabalhos que versem sobre concepções de deficiência, acessibilidade cultural e direitos humanos.
Coordenadores: Profa. Dra. Marina Helena Chaves Silva (UESB) e Profa. Dra. Patrícia Dorneles (UFRJ)

17 - Racismo, antirracismo e as heterotopias contemporâneas
Ementa: Não existe racismo bom, todo racismo se constitui numa violência, entretanto, é necessário definir como essa chaga se desenvolve e se apresenta no Brasil, se mantendo até os dias atuais enquanto uma violência. Trata-se de discutir o racismo à brasileira, enquanto uma tecnologia eficiente que só uma outra tecnologia mais eficiente ainda seria capaz de combatê-lo, o antirracismo. Pensar as relações raciais no Brasil, suas singularidades e forma como ela tem sido combatida na perspectiva de construção de uma sociedade sem raças, uma sociedade verdadeiramente democrática é o desafio do nosso Colóquio.
Coordenadores: Prof. Dr. Francisco Carlos Cardoso da Silva (UESB)

18 - Possibilidades intempestivas de Educar na diferença: Singularidades
Ementa: Esse Colóquio toma como objeto a Singularidade. Esse acontecimento intempestivo aparece como possibilidade de enfrentamento de um educar na diferença. Quando a Educação se interroga: como lidar com as diferenças? Por certo ela ainda não possui respostas suficientes, mas procura caminhos para pensar e repensar a pluralidade social e a diversidade humana na complexidade do processo educacional. Afirmada como condição, a diferença se traduz na perspectiva da singularidade do sujeito, como aspecto inerente ao ser humano. Essa questão, hoje objeto de pesquisa de várias áreas do conhecimento, constitui-se em um aspecto importante das reflexões educacionais contemporâneas. Nosso Colóquio Temático acolhe trabalhos de pesquisa em diversas áreas do conhecimento entendendo que esse traço já coloca a questão da diferença em evidencia, pois a diferença não deve ser colocada apenas como uma interrogação, ou questão teórica, mas é um problema Ético e se enfrenta na pratica e na complexidade do acontecimento da singularidade. Assim numa perspectiva multidisciplinar e multireferencial, O colóquio "Singularidades" se apresenta como um encontro discursivo da Educação, Psicanálise, Ciências Sociais e Filosofia.
Coordenadores: Profa. Dra. Rita Célia Magalhães Torreão (UESC/FTC) e Profa. Dra. Mary de Andrade Arapiraca (UFBA/Faculdade de Educação)