PPGMLS

Programa de Pós-Graduação em

Memória: Linguagem e Sociedade

Disciplinas e Ementas


TEORIAS DA MEMÓRIA I (M e D)

Quadro panorâmico dos percursos intelectuais que coincidem no instante em que o terreno conceitual da ideia de memória é delineado. Conjugação entre história conceitual, etnografia de ideias, itinerários intelectuais e condições institucionais dos distintos ambientes disciplinares em que o tema da memória aparece e recebe tratamentos. O fenômeno da memória e suas inúmeras possibilidades de discussão.


TEORIAS DA MEMÓRIA II (D)

Dimensões interdisciplinares da memória, história, tempo e temporalidades. Discussão de teóricos clássicos da memória.


ESTUDOS EM MEMÓRIA (M e D)

A especificidade da pesquisa em Memória, linguagem e sociedade. Singularidades, diferenças e complementaridade entre posições teóricas que tomam a temática da memória em sua relação com a linguagem, os sistemas simbólicos e o poder-saber na sociedade.


SEMINÁRIO DE PESQUISA (M e D)

Produção do conhecimento: relação entre ciência e pesquisa, entre ciência e Ideologia. A questão do Método: base epistemológica, métodos gerais e específicos. Questões teórico-metodológicas específicas das linhas de pesquisa. O processo de construção do objeto. Aspectos do processo de elaboração de dissertações e teses. Leitura e discussão de trabalhos acadêmicos representativos.


SEMINÁRIOS TEMÁTICOS (M e D)

Discussão de temas relacionados a pesquisas em desenvolvimento.


ANÁLISE DE DISCURSO E MEMÓRIA (M e D)

Fundamentos epistemológicos do campo da Análise de discurso. Relações entre o linguístico e o histórico; entre linguagem e memória discursiva; entre posições de sujeito e dispositivos de subjetivação; entre memória discursiva e formas conflituosas de inscrição da historicidade nos processos de significação da linguagem. O discurso como estrutura e acontecimento, como memória e atualidade.

DISCURSO, MEMÓRIA E SOCIEDADE (M e D)

Linguagem, memória, discurso e identidade. Práticas discursivas institucionais e não institucionais. Embates sócio-históricos nas construções discursivas. Os discursos como locus de lutas dos sujeitos/instituições e projetos sócio-culturais.


DISCURSO, MÍDIA E MEMÓRIA (M e D)

Memória, linguagem e sistemas simbólicos de significação. Mídia, saber-poder e memória discursiva. Movimento de repetição, esquecimento, transformação e atualização dos discursos em diferentes narrativas midiáticas, em diferentes materialidades simbólicas de significação que circulam na sociedade.


TEORIA DA NARRATIVA FICCIONAL E HISTÓRICA (M e D)

Estudo da representação da história na ficção. Estudo dos procedimentos da narrativa ficcional na escrita da história e das relações entre história, ficção e memória a partir do século XVI.


LITERATURA E PRODUÇÃO DE MEMÓRIA SOCIAL (M e D)

Estudo, em perspectiva histórica, das relações entre os diversos gêneros líricos e a perenização do nome cantado. Os usos históricos da poesia como instituidora da memória social.


MEMÓRIA, EDUCAÇÃO E TRAJETÓRIAS SOCIAIS (M e D)

Memórias sociais e coletivas que afetam coortes de idade na educação escolar e não escolar. Permanências e mudanças na educação como prática social e os reflexos nas experiências geracionais. História coetanea, experiência geracional e tensões sócio cognitivas no fazer educacional.


MEMÓRIA, TRABALHO, EDUCAÇÃO E GÊNERO I (M e D)

Análise sociológica do trabalho e da educação na perspectiva das relações de gênero. Divisão sexual do trabalho e relações sociais entre os sexos. A memória do trabalho domiciliar.


MEMÓRIA, LINGUAGEM E ARTE (M e D)

Memória e arte. Memória e imaginário. Signo, linguagem e arte. Linguagem plástica. Estética Semiótica. Percepção e Memória. A obra de arte como representação cultural. A obra de arte como lugar de memória social. Memória, Arte e Cultura.

MEMÓRIA, RELIGIÃO, ARTE E EDUCAÇÃO (M e D)

Percepção, Estética e Interpretação da Imagem. Representações Imagéticas. Imagem e Ideologia. A obra de arte como lugar de memória social. Memória, Arte e Cultura Interações Culturais: Religião, Arte e Educação no Brasil.


MEMÓRIA SOCIAL, MITO E RITO (M e D)

A memória social, mito e rito. Profano versus Sagrado. Mito como narrativa do singular. O mito como narrativa sagrada. Os ritos como memória e atualidade dos mitos. Mito e tradição. O mito e o rito na memória regional nacional. Diferentes maneiras de analisar os mitos. Ritos e ritualidade.


MEMÓRIA, CINEMA E AUDIOVISUAL (M e D)

A relação entre memória, cinema e audiovisual. Cinema, arte da memória. Produção simbólica, cinema, audiovisual e processos de significação. Cinema, audiovisual e a construção contemporânea da memória.


MEMÓRIA, HISTÓRIA E CULTURAS (M e D)

Conceitos, definições e status epistemológico da História e da Memória. Análise das relações entre conhecimento histórico e suas formas de construção discursiva que envolvem os nexos entre discurso e realidade, ciência e ficção, história e memória. Abordagens acerca dos conceitos de Cultura e de Fronteiras Culturais. Relatos de experiências de Misturas, Hibridismos e Mestiçagens Culturais.


MEMÓRIA E VIOLÊNCIA (M e D)

Memória, família e violência na sociedade: casamento, economia e afeto; tipos de violência: física, sexual, psicológica, patrimonial, intrafamiliar e conjugal; violência contra a mulher; ritualização da violência; violência e maternidade; violência e direitos da criança. violência, mobilidade, rede social.


MEMÓRIA E ESTUDOS DE GÊNERO (M e D)

De mulher a gênero: a trajetória da construção de um conceito. Gênero como categoria de construção de conhecimento. Gênero: os bons e os maus usos. Sexo, gênero e diferença sexual. O enfoque de gênero como categoria analítica, histórica e relacional. O diálogo dos estudos de gênero como os paradigmas clássico e contemporâneo.


MEMÓRIA, INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA

Memória, proteção à infância, adolescência e a síndrome da alienação parental. Família e sociedade. Relevância da proteção à infância, adolescência e o combate a todas as síndromes familiares em especial a da alienação parental. Indicadores da violência intrafamiliar - causas e consequências. A gênese da violência intrafamiliar. Os tipos de violência: abuso físico, abuso sexual, abuso psicológico, negligência e abandono. A relação abuso sexual e exploração sexual. Características, identificação, causas e consequências.


MEMÓRIA, ÉTICA E POLÍTICA (M e D)

Relação entre memória, ética e política. Os sistemas éticos em filosofia e as respectivas implicações com a política. O corte entre ética e política a partir de Maquiavel. As três concepções de estado em Maquiavel, Hegel e Tocqueville e as implicações entre ética e política. Ética, poder e violência em Hannah Arendt. A Ética da responsabilidade em Hans Jonas e o papel da memória na constituição da ética. Ética da alteridade em Lévinas e a assimetria ética como dimensão ético-político.


MEMÓRIA, IDEOLOGIA E HISTÓRIA (M e D)

Temas e processos relacionados às categorias ideologia, memória e História na América; Memória, discurso e práticas sociais (institucionais e para-institucionais); memória social; distinção teórica entre fatos e interpretação/representação, tendo por ponto de partida a relação Memória e História; constituição dos sujeitos sociais e suas representações; aparência e essência; práticas de sociabilidade e processos de dominação; construção/reconstrução/desconstrução da memória em perspectiva histórica; produção e reprodução social sob o capitalismo.


MEMÓRIA, SOCIEDADE E POLÍTICA (M e D)

Estudos e pesquisas sobre o processo de estruturação do Estado e da Nação brasileiros no Império e na República. Análise dos instrumentos de poder, dos conflitos e acomodações na conformação da unidade territorial e da centralização política. Aprendizado político e periodismo. A memória e a construção da identidade nacional. História e Historiografia.


MEMÓRIA E ENVELHECIMENTO (M e D)

Relação entre memória, envelhecimento e dependência funcional. Estudo introdutório das teorias e questões de biologia e do organismo em envelhecimento, epidemiologia do envelhecimento, funcionalidade, suporte familiar e social, família, cuidador e cuidado, longevidade. Direitos Humanos e Direitos Sociais, do Estatuto do Idoso, das Políticas Públicas e das Políticas de Saúde.


ESTADO, PODER E MEMÓRIA NO BRASIL (M e D)

Estado e sociedade civil: discussões conceituais. Formas de organização e controle da memória pelo aparelho estatal no Brasil. Mecanismos ideológicos de seleção, reconstrução e difusão da memória dominante. Atuação dos movimentos de resistência aos silenciamentos perpetrados pelos grupos dominantes contra seus opositores.


MEMÓRIA, ORALIDADE, CORPO E CULTURA (M e D)

Potencialidade do uso da História Oral nos estudos da memória em especial no que tange aos temas relacionados ao binômio corpo e cultura. Abordagens de pesquisa que enfatizam a oralidade no estudo de temas como: o esporte; a saúde; a educação física; e o lazer nas cidades brasileiras. Perspectivas teóricas para o estudo das relações entre memória, história, corpo e cultura.


TEORIA HISTÓRICO-CULTURAL DA MEMÓRIA E TRABALHO EDUCATIVO (M e D)

A memória enquanto função psíquica e fenômeno histórico-social. A escola de Vigotski e os estudos sobre memória. Marxismo e as possibilidades para o estudo da memória. A memória mediada e o trabalho educativo.


REPRESENTAÇÕES E POLÍTICAS SOBRE ÁLCOOL E DROGAS (M e D)

Aspectos históricos do álcool e outras drogas. Representações Sociais e os estudos sobre álcool e drogas. Políticas públicas de prevenção ao uso/abuso do álcool e outras drogas.


TÓPICOS DE ESTUDOS EM MEMÓRIA I (D)

Estudo de temas relacionados aos projetos de pesquisa dos aluno.


TÓPICOS DE ESTUDOS EM MEMÓRIA II (D)

Estudo de temas relacionados aos projetos de pesquisa dos aluno.


TÓPICOS DE ESTUDOS EM MEMÓRIA III (D)

Estudo de temas relacionados aos projetos de pesquisa dos aluno.


TIROCÍNIO DOCENTE I (M)

Planejamento, organização, desenvolvimento e avaliação de cursos, seminários e outras atividades vinculadas aos currículos dos cursos de graduação, bem como às linhas de pesquisa do Curso de Mestrado em Memória: Linguagem e Sociedade, buscando efetivar a integração entre a pesquisa, a pós-graduação e a graduação.


TIROCÍNIO DOCENTE II (D)

Planejamento, organização, desenvolvimento e avaliação de cursos, seminários e outras atividades vinculadas aos currículos dos cursos de graduação, bem como às linhas de pesquisa do Curso de Mestrado em Memória: Linguagem e Sociedade, buscando efetivar a integração entre a pesquisa, a pós-graduação e a graduação.


TIROCÍNIO DOCENTE III (D)

Planejamento, organização, desenvolvimento e avaliação de cursos, seminários e outras atividades vinculadas aos currículos dos cursos de graduação, bem como às linhas de pesquisa do Curso de Mestrado em Memória: Linguagem e Sociedade, buscando efetivar a integração entre a pesquisa, a pós-graduação e a graduação.


PESQUISA ORIENTADA I- DISSERTAÇÃO

Acompanhamento individual ou em grupo das pesquisas desenvolvidas pelos mestrandos, visando à elaboração de suas respectivas dissertações, garantindo-se a utilização de referencial teórico-metodológico adequado, precisão conceitual e a coerência interna dos projetos.


PESQUISA ORIENTADA II- DISSERTAÇÃO

Acompanhamento individual ou em grupo das pesquisas desenvolvidas pelos mestrandos, visando à elaboração de suas respectivas dissertações, garantindo-se a utilização de referencial teórico-metodológico adequado, precisão conceitual e a coerência interna dos projetos.


PESQUISA ORIENTADA I- TESE

Acompanhamento individual ou em grupo das pesquisas desenvolvidas pelos mestrandos, visando à elaboração de suas respectivas Teses, garantindo-se a utilização de referencial teórico-metodológico adequado, precisão conceitual e a coerência interna dos projetos.


PESQUISA ORIENTADA II- TESE

Acompanhamento individual ou em grupo das pesquisas desenvolvidas pelos mestrandos, visando à elaboração de suas respectivas Teses, garantindo-se a utilização de referencial teórico-metodológico adequado, precisão conceitual e a coerência interna dos projetos.


PESQUISA ORIENTADA III- TESE

Acompanhamento individual e em grupo das pesquisas desenvolvidas pelos doutorandos, visando à elaboração de suas respectivas Teses, garantindo-se a utilização de referencial teórico-metodológico adequado, precisão conceitual e a coerência interna dos projetos.


PESQUISA ORIENTADA IV- TESE

Acompanhamento individual e em grupo das pesquisas desenvolvidas pelos doutorandos, visando à elaboração de suas respectivas Teses, garantindo-se a utilização de referencial teórico-metodológico adequado, precisão conceitual e a coerência interna dos projetos.


PESQUISA ORIENTADA V- TESE

Acompanhamento individual e em grupo das pesquisas desenvolvidas pelos doutorandos, visando à elaboração de suas respectivas teses, garantindo-se a utilização de referencial teórico-metodológico adequado, precisão conceitual e a coerência interna dos projetos.


ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES I- MESTRADO

Apresentação e publicação de trabalhos em eventos de reconhecido mérito acadêmico; organização de eventos acadêmicos no Curso; participação em outras atividades acadêmicas que visam ao desenvolvimento da dissertação. A participação nas atividades dependerá da aprovação do professor-orientador.


ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES II - MESTRADO

Apresentação e publicação de trabalhos em eventos de reconhecido mérito acadêmico; organização de eventos acadêmicos no Curso; publicação de artigo com resultados da pesquisa, em revistas com estratificação Qualis, indicada pelo Programa. A participação nas atividades dependerá da aprovação do professor-orientador.


ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES I- DOUTORADO

Apresentação e publicação de trabalhos em eventos de reconhecido mérito acadêmico; organização de eventos acadêmicos no Curso; participação em outras atividades acadêmicas que visam ao desenvolvimento da tese. A participação nas atividades dependerá da aprovação do professor-orientador.


ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES II - DOUTORADO

Apresentação e publicação de trabalhos em eventos de reconhecido mérito acadêmico; organização de eventos acadêmicos no Curso; participação em outras atividades acadêmicas que visam ao desenvolvimento da tese. A participação nas atividades dependerá da aprovação do professor-orientador.


ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES III - DOUTORADO

Apresentação e publicação de trabalhos em eventos de reconhecido mérito acadêmico; organização de eventos acadêmicos no Curso; publicação de artigo com resultados da pesquisa, em revistas com estratificação Qualis, indicada pelo Programa. A participação nas atividades dependerá da aprovação do professor-orientador.


ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES IV - DOUTORADO

Apresentação e publicação de trabalhos em eventos de reconhecido mérito acadêmico; organização de eventos acadêmicos no Curso; publicação de artigo com resultados da pesquisa, em revistas com estratificação Qualis, indicada pelo Programa. A participação nas atividades dependerá da aprovação do professor-orientador.


ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES V - DOUTORADO

Apresentação e publicação de trabalhos em eventos de reconhecido mérito acadêmico; organização de eventos acadêmicos no Curso; publicação de artigo com resultados da pesquisa, em revistas com estratificação Qualis, indicada pelo Programa. A participação nas atividades dependerá da aprovação do professor-orientador.


ATIVIDADES ACADÊMICAS COMPLEMENTARES VI - DOUTORADO

Apresentação e publicação de trabalhos em eventos de reconhecido mérito acadêmico; organização de eventos acadêmicos no Curso; publicação de artigo com resultados da pesquisa, em revistas com estratificação Qualis, indicada pelo Programa. A participação nas atividades dependerá da aprovação do professor-orientador.