O Curso

O público-alvo do PROFLETRAS é constituído por docentes de todas as gerações de egressos de cursos de graduação em letras e que lecionam língua portuguesa no ensino fundamental.
A capacitação de docentes em nível de mestrado profissional, por meio do PROFLETRAS, tem como objetivos:

  • O aumento da qualidade do ensino dos alunos do nível fundamental, com vistas a efetivar a desejada curva ascendente quanto à proficiência desses alunos no que se refere às habilidades de leitura e de escrita;
  • O declínio das atuais taxas de evasão dos alunos durante o ensino fundamental;
  • O multiletramento exigido no mundo globalizado com a presença da internet;
  • O desenvolvimento de pedagogias que efetivem a proficiência em letramentos compatível aos nove anos cursados durante o ensino fundamental.

O PROFLETRAS busca também concretizar os seguintes objetivos:

  • Qualificar os mestrandos/docentes para desenvolver múltiplas competências comunicativas dos alunos em ambiente online e offline;
  • Instrumentalizar os mestrandos/professores do ensino fundamental de maneira que eles passem a bem conduzir classes heterogêneas, seja do ponto de vista de níveis de competências linguísticas dos alunos, seja no que tange aos quadros de desenvolvimento atípicos que os alunos apresentem;
  • Indicar os meios adequados para trabalhar diferentes gêneros discursivos e tipos textuais nas práticas de ensino e da aprendizagem da escrita, da leitura e da produção textual em suportes digitais e não digitais;
  • Salientar as funções referenciais e metacognitivas das línguas de forma que os docentes saibam trabalhar peças textuais com traços literais e não literais, distinguindo-as, assim, os planos denotativo e conotativo da linguagem e dos textos;
  • Aprofundar os conhecimentos dos docentes no que se refere aos diversos subsistemas fonológico, morfológico, sintático e semântico-pragmático da linguagem;
  • Instrumentalizar os docentes de ensino fundamental com objetivo de elaborar material didático inovador que lance mão, quando conveniente e relevante, de recursos tecnológicos modernos à disposição.

            Com esses objetivos e considerando as múltiplas tendências teórico-metodológicas e uma perspectiva fortemente transdisciplinar, o PROFLETRAS busca formar professores de língua portuguesa voltados para a inovação na sala de aula, ao mesmo tempo que, de forma crítica e responsável, possam refletir acerca de questões relevantes sobre diferentes usos da linguagem presentes contemporaneamente na sociedade. Esse professor precisará responder aos desafios educacionais do Brasil contemporâneo, considerando princípios fundamentais da construção de uma educação linguística que vise as práticas sociais mediadas pela linguagem.

Carga horária e disciplinas

O PROFLETRAS prevê o cumprimento de 360 horas em um prazo de dois anos. Entre as disciplinas, cinco são obrigatórias e três são optativas, estas últimas escolhidas em um conjunto de 12. Para integralizar o curso, o aluno deverá cursar, no mínimo, 24 créditos.

Além dessas disciplinas, o mestrando deverá cursar, obrigatoriamente, duas "Disciplinas de Fundamentação", que serão ofertadas no início do curso.

Para as disciplinas obrigatórias, haverá uma coordenação nacional responsável por encaminhar a discussão sobre como será trabalhada a disciplina, com objetivo de garantir uniformidade tanto em relação ao conteúdo quanto em relação a aspectos metodológicos.

UAB

Criada em 2005, o sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB) é um sistema integrado por universidades públicas que oferece cursos de nível superior para camadas da população que têm dificuldade de acesso à formação universitária, por meio do uso da metodologia da educação a distância. O público em geral é atendido, mas os professores que atuam na educação básica têm prioridade de formação, seguidos dos dirigentes, gestores e trabalhadores em educação básica dos estados, municípios e do Distrito Federal. Hoje, o Sistema é coordenado pela Diretoria de Educação a Distância (DED) da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Histórico do Curso

Sob este formato em rede, existe a precedência do Mestrado Profissional em Matemática, já implantado e coordenado pela Sociedade Brasileira de Matemática. Na Área de Letras, entretanto, não tem precedente. No Brasil, atualmente, existem aprovados três Programas de Mestrado Profissional, sendo um já implantado e em funcionamento, na Universidade Estadual do Amazonas, em Letras e Artes, dois recém-aprovados e que ainda não foram implantados: o da Universidade Federal da Paraíba em Língua Portuguesa, a ser implantado no segundo semestre de 2012, e outro na Universidade Federal de Rondônia, em Letras, sem previsão para sua implantação. Atualmente, do PROFLETRAS participam as seguintes instituições:

  • (a) Região Sul:
    Universidade Federal de Santa Catarina
    Universidade Estadual de Londrina
    Universidade Estadual de Maringá
    Universidade Estadual do Oeste do Paraná
  • (b) Região Nordeste:
    Universidade Federal de Pernambuco
    Universidade Federal de Alagoas
    Universidade Federal de Campina Grande – Cajazeiras
    Universidade Federal da Paraíba – Mamanguape
    Universidade Estadual da Paraíba – Guarabira
    Universidade Estadual de Santa Cruz
    Universidade do Estado da Bahia – Santo Antônio de Jesus
    Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia – Vitória da Conquista
    Universidade Federal do Ceará
    Universidade Federal do Rio Grande do Norte – Natal
    Universidade Federal do Rio Grande do Norte – Currais Novos
    Universidade Estadual do Rio Grande Norte – Pau dos Ferros
    Universidade Federal de Sergipe
  • (c) Região Sudeste
    Universidade Federal do Rio de Janeiro
    Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro
    Universidade de São Paulo
    Universidade Estadual de São Paulo –¬¬ Araraquara
    Universidade Presbiteriana Mackenzie
    Universidade Cruzeiro do Sul
    Universidade Federal de Minas Gerais
    Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
    Universidade Federal de Uberlândia
    Universidade Estadual de Montes Claros
    Universidade Federal do Espírito Santo
    Universidade Federal de Juiz de Fora
  • (d) Região Centro-Oeste:
    Universidade de Brasília
    Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
    Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul
    Universidade Estadual de Mato Grosso
  • (e) Região Norte:
    Universidade Federal do Acre
    Universidade Federal de Tocantins
    Universidade Federal do Pará

Cooperação e intercâmbio

O programa organizar-se-á com a participação das Instituições Associadas, sob a coordenação da Universidade Federal do Rio Grande do Norte e com o apoio da Universidade Aberta do Brasil, que, com sua experiência na gestão de cursos a distância, possibilitará o intercâmbio entre as diversas Instituições.