:: armínio santos
 
 
 
Fitopatologia
 
 
universidade estadual do sudoeste da bahia
 

 

 

sexta-feira , 31 de outubro de 2014
 
iii_06_feijao4

  

SEÇÕES UNIDADES

 

 

DOENÇAS DO FEIJOEIRO

PODRIDÃO RADICULAR - Fusarium solani (Mart.) Sacc. f. sp. phaseoli (Burk.) Snyder & Hansen

  Esta doença ocorre na Europa, América Latina e Estados Unidos, onde já foram constatadas reduções de 86% na produção. A podridão radicular dificilmente causa grandes danos em plantas não estressadas, mas pode comprometer a produção em situações de reduzido crescimento radi-cular devido à seca ou encharcamento particularmente importante em áreas de cultivo intensivo do feijoeiro e de solo compactado.

SINTOMAS

 

Podridão Vermelha de Raiz - Fusarium solani

Etiologia - Fusarium solani f. sp. phaseoli é um fungo da subdivisão Deuteromycotina. Produz macroconídios de 5,1-5,3 x 44-55 mm com 3 a 4 septos, raramente 5, pouco curvos e com as pontas arredondadas ou ligeiramente afiladas microconídios são ovais e difíceis do serem obser-vados. Os clamidósporos, com 6 a 16 mm de diâmetro, são globosos, terminais ou intercalares, isolados ou em cadeias curtas. Os clamidósporos germinam estimulados por exsudatos do hospe-deiro. O fungo sobrevive próximo às raízes e sobre matéria orgânica. Já constatou-se a sobrevi-vência do patógeno, em solos cultivados com espécies não hospedeiras, por um período acima de 30 anos. Níveis de inóculo suficientes para causar danos parecem ser alcançados somente após o plantio sucessivo de feijoeiro. As hifas penetram diretamente ou através de ferimentos e abertu-ras naturais. O fungo pode ser disseminado pelo vento, água e implementos agrícolas, através de partículas de solo e restos de cultura infestados. Sementes contaminadas fazem a disseminação do patógeno a longas distâncias.

  Condições favoráveis para o desenvolvimento da doença são temperaturas amenas e solos com excesso de umidade, mas a ocorrência de períodos de seca prejudicam a planta que está com o sistema radicular danificado, reduzindo bastante a produção. A severidade da doença é agravada por condições ambientais, como solos compactados e ácidos.

 

Conídios de Fusarium solani

 

 

 

 




Seu nome: Seu Email: Email do amigo: